Mundo precisa de 1,3 milhão de professores por ano

O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.

Em mensagem para marcar o Dia Mundial do Professor, comemorado nesta segunda-feira, o diretor-geral da Unesco, Koïchiro Matsuura, disse que a falta de docentes é mais dramática nos países pobres, particularmente na África.

Será preciso recrutar 1,3 milhão professores todos os anos para garantir a educação primária universal até 2015.

A informação foi revelada pelo Instituto de Estatísticas da Organização da ONU para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, por ocasião do Dia Mundial do Professor, comemorado nesta segunda-feira.

Educação de Qualidade

Neste ano, a data alerta para a escassez global de docentes e a capacidade para fornecer educação de qualidade em um momento em que a crise econômica e financeira afeta fortemente o setor.

O diretor-geral da Unesco, Koïchiro Matsuura, disse que muitos países estão fazendo grandes esforços para alcançar as metas na área da educação. Ele afirmou, contudo, que isto não irá acontecer sem o recrutamento e a formação de mais professores.

Matsuura indicou que cortes orçamentais terão consequências desastrosas a curto e longo prazos na qualidade da educação.

O diretor-geral da agência da ONU realçou que a escassez de professores é mais dramática em países pobres, particularmente no continente africano.

*Com informações da Rádio ONU em Nova York*.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]