Unctad: economia mundial ainda é frágil

O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.

Chefe da agência da ONU disse que milhões de pessoas continuam desempregadas e que os salários não acompanharam a inflação; ele falou na abertura da 56ª sessão do Conselho Diretor do órgão, em Genebra.

O Secretário-Geral da Conferência das Nações Unidas para o Comércio e Desenvolvimento, Unctad, Supachai Panitchpakdi, pediu cautela sobre as notícias que apontam para a recuperação da economia mundial.

Ele discursou nesta segunda-feira em Genebra, na Suíça, durante a abertura da 56ª sessão do Conselho Diretor do órgão, que vai até o dia 25.

Panitchpakdi afirmou que apesar dos recentes sinais de recuperação, particularmente no setor financeiro, o clima econômico internacional permanece frágil.

O chefe da agência da ONU ressaltou que milhões de pessoas continuam desempregadas, tanto nos países ricos como nos pobres; os salários não acompanharam a inflação e a descida das taxas de juros pelos bancos centrais não beneficiaram ainda consumidores e negócios.

Ele disse que a situação é especialmente grave para aqueles que continuam a enfrentar a fome e a pobreza.

O economista da Divisão África da Unctad, Rolf Traeger, disse à Rádio ONU, de Genebra, que as consequências da crise serão duradouras para os países pobres.

Economia Real

“Do ponto de vista da economia real e das consequências secundárias da crise, especialmente para os países em vias de desenvolvimento, as medidas já tomadas deixam muito a desejar. Porque as consequências da crise em termos de desemprego, de pobreza e de fome, particularmente nos países pobres, continuam e eventualmente ajudarão a criar as bases para futuras crises”.

Segundo a Unctad, o número de famintos no mundo aumenta em cerca de 4 milhões de pessoas todas as semanas e 53 milhões vão passar, neste ano, para abaixo da linha da pobreza.

*Com informação  da Rádio ONU em Nova York.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]