Sessão especial da Assembleia homenageia Forças Militares

O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.
Sessão especial da Assembleia homenageia Forças Militares

Sessão especial da Assembleia homenageia Forças Militares

O soldado brasileiro foi homenageado em sessão especial na Assembleia Legislativa da Bahia. Convocada e presidida pelo líder da minoria, Heraldo Rocha (DEM), a sessão estendeu a honraria aos integrantes das demais Forças Armadas do país: Marinha e Aeronáutica, que estiveram representadas na mesa dos trabalhos, plenário e galerias. No discurso de abertura, o deputado Heraldo Rocha destacou “o orgulho nacional” que são os soldados, “seja pelo cumprimento do dever, seja pelo destacado papel social que cumprem, sobretudo em calamidades públicas”.

Não bastassem estas qualificações, disse o democrata, eles já mereceriam a admiração dos brasileiros pelo respeito que têm ao Hino Nacional, à Bandeira e ao fortalecimento da democracia. O deputado, comentando o nível de violência no Brasil (segundo o Unicef morrem diariamente 16 jovens entre 12 e 24 anos no país), Rocha apelou às Forças Armadas pela paz. Presentes à sessão, os deputados Capitão Tadeu (PSB), João Carlos Bacelar (PTN) e Álvaro Gomes (PCdoB) mantiveram o tom elogioso aos militares, destacando sua importância na garantia “da soberania nacional” (Gomes), como “a mão amiga, o educador eficaz e o colaborador social” (Capitão Tadeu), e, ainda, “por serem os melhores e mais qualificados servidores públicos” do estado e do Brasil, realçou Bacelar.

Heróis

Ao subir à tribuna para agradecer a homenagem, o comandante da 6ª Região Militar, general-de-divisão João Francisco Ferreira, traçou um perfil que faz do Exército Brasileiro “a face da nação”. Em especial no que se refere à diversidade socioeconômica, espelhada pelos seus patronos. A começar por Luiz Alves de Lima e Silva, o Duque de Caxias, oriundo de família de militares que, já aos 4 anos, integrava o Exército, assumindo o mais alto posto da farda aos 20 anos. Outro exemplo citado pelo comandante foi o marechal Osório, nascido no interior do Rio Grande do Sul, que, de criança analfabeta chegou a ministro da Guerra.
O brigadeiro Sampaio, mais um patrono do quadro complementar – assim como a heroína baiana Maria Quitéria, também citada por João Ferreira –, deixou o sertão do Ceará como soldado e chegou a general-de-brigada, posto em que foi ferido e morto em combate. Esta diversidade ainda hoje se mantém no Exército nacional, disse o Comandante da 6ª Região Militar, lembrando que representantes de diferentes extratos sociais continuam galgando postos na comunidade da “farda verde-oliva”.
E garantiu que esta Força Armada é a mesma de sempre, “atuante na garantia da lei e da ordem e dos direitos institucionais”. “Nosso pessoal está preparado e motivado”, garantiu, afirmando que o Exército tem problemas, sim, mas tenta superar as dificuldades sem perder o ânimo.
Citando um bordão, o Capitão Tadeu disse que as Forças Armadas, “de perto, incomodam. De longe, fazem falta!” A fala do comandante João Ferreira reforçou a integração do Exército na sociedade, rebatendo a exclusão dos militares ao afirmar que sociedade é uma só, “a brasileira, e dela fazemos parte”. A disposição do Exército em se postar, permanentemente, à disposição do país foi colocada de maneira enfática: “A Nação pode confiar nas suas Forças Armadas. Preparados nós estamos. Dificuldades existem, mas a superamos para ser o ‘braço forte e a mão amiga’ (lema do Exército) sempre que o Brasil necessitar, de norte a sul, de leste a oeste”.

Mesa

Além dos parlamentares, estiveram representadas à sessão especial da Assembleia Legislativa que comemorou o Dia do Soldado (a mais importante data civil do Exército nacional, festejada em 25 de agosto, dia no nascimento do Duque de Caxias) as três fardas: Exército, Marinha e Aeronáutica.
Representando o governador Jacques Wagner, o cel. Expedito Barbosa, chefe da Casa Militar; o comandante da 6ª Região Militar, João Ferreira; o comando do 2º Distrito Naval, vice-almirante Arnon Lima Barbosa; o comandante da Base Aérea, cel. aviador Pedro Luiz Farcic; o cel. Ricardo Ribeiro Santos, representando o Comando-Geral da Polícia Militar; o representante do vice-prefeito, Claudemiro Santana; e o chefe da Casa Militar do Poder Legislativo, cel. Sigfried Frasão. A sessão foi encerrada com a execução do Hino do Exército Brasileiro pela Banda de Música da PM.

*Com informação de ASCOM/ALBA.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]