O amor tudo espera | Por Roque do Carmo Amorim Neto

O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.
O amor tudo espera.

O amor tudo espera.

Era domingo, apesar do cansaço, Vítor levantou cedo. Tomou banho, preparou o café, o qual ele preferia que fosse bastante forte e apenas com um pouco de açúcar. Com o peito nu, vestido apenas em uma calça jeans, Vítor ficou na porta. Com uma mão segurava o copo de café e com a outra se apoiava no batente, observando a rua que estaria deserta se não fosse pelos vira-latas que passeavam aos bandos. Suspirou, foi até a cozinha, deixou o copo, olhou o relógio da parede e concluiu que já estava na hora de ir.

Vítor estava um pouco ansioso para rever Heloísa. Ele tinha certeza de que encontrá-la, estar com ela, beijá-la, era o melhor alívio para o peso do trabalho. E não que ele estivesse descontente com o seu novo emprego. Ele estava trabalhando como servente de pedreiro em uma empresa e estava satisfeito por finalmente ter carteira assinada.

Depois de vestir uma camisa azul e mais uma vez verificar no espelho sua aparência, Vítor foi até a cozinha, olhou o relógio de parede novamente, pegou a moto de seu irmão e foi ver Heloísa.

Chegando ao Presídio Feminino, ele passou pela burocracia necessária para finalmente poder encontrar Heloísa. Com 31 anos, sete anos mais velha que Vítor, ela havia sido presa por furto na casa em que trabalhava como cozinheira e tinha a esperança de logo deixar a prisão.

– Você está um gato. – Disse Heloísa abraçando o pescoço de Vítor.

– Me arrumei assim só para ver você.

– Tem certeza… Não está me traindo?

– De jeito nenhum. Você sabe que sou apaixonado por você. – Respondeu Vítor com a franqueza dos enamorados.

– Espero que você não esteja me enganando.

– De jeito nenhum…

Vítor beijou Heloísa, abraçou-a e de olhos fechados tentava prolongar aqueles instantes, desejando que não tivessem fim.

– Mas me fala… Estou doido pra saber: o advogado lhe disse alguma coisa?

– É, esta semana ele esteve aqui…

– E aí, o que ele disse? – Vítor estava curioso.

– Ele disse que se tudo caminhar bem, em dois ou três meses vou sair daqui.

Vítor sorriu. Segurou o rosto de Heloísa e com toda sua autoconfiança afirmou:

– Quando você sair daqui, vamos para o interior. Vamos começar uma vida nova.

– É, vamos ver como isto acontece. – Disse Heloísa tentando parecer incrédula.

– Nós vamos ficar juntos, ter filhos, deixar tudo pra trás. E nunca mais você se meterá em algo assim. Nunca mais.

Heloísa lacrimejou. Ela esforçava-se por parecer forte e até mesmo fria, mas a paixão de Vítor e toda a esperança que ele transmitia a deixavam comovida. Quando foi presa, ela imaginou que Vítor logo levaria outra para o barraco e a esqueceria. Algumas colegas de cela haviam comentado que “as visitas do garotão” não durariam mais de um mês… Mas, passado um ano ele ainda estava ali e ela tinha certeza de que ele a esperava e que ainda poderiam recomeçar.

Depois de duas horas juntos, Vítor mais uma vez beijou Heloísa e prometeu voltar na semana seguinte. Ao sair da penitenciária e sentir o sol em seu rosto, Vítor caminhou em direção à moto, sorriu e concluiu que era bom amar e esperar por Heloísa o quanto fosse necessário.

*Por Roque do Carmo Amorim Neto Mestre em Educação pela Universidade Cidade de São Paulo (2008). Especialista em Gestão Escolar pelas Faculdades Integradas de Botucatu (2006) e em Psicopedagogia pela Universidade do Oeste de Santa Catarina (2008). Possui graduação em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2004). Tem experiência na área de Educação, Filosofia, Pastoral Juvenil e Orientação Vocacional.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]