Lula participa de batimento de quilha do primeiro navio do PROMEF

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.

Rio de Janeiro – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva participa hoje (11/09/2009) da solenidade de batimento de quilha do primeiro navio do Programa de Modernização e Expansão da Frota (Promef). A cerimônia será realizada pela Petrobras Transporte (Transpetro) no Estaleiro Atlântico Sul, em Ipojuca (PE), no Complexo Industrial e Portuário de Suape.

A solenidade tem importante significado na indústria naval: quando os navios eram feitos artesanalmente, a quilha era a espinha dorsal e simbolizava o início da construção do barco. Hoje, o batimento de quilha representa o assentamento do primeiro bloco já pronto.

A partir de 2010, a Transpetro – subsidiária da Petrobras para a área de logística – começará a receber os primeiros quatro petroleiros de um total de 49 embarcações que serão adquiridas por meio do Promef.

O programa é baseado em três requisitos: que os petroleiros encomendados pela Transpetro sejam construídos no Brasil, que tenham 70% de nacionalização e que, após a chamada “curva de aprendizado”, a indústria naval brasileira venha a ter competitividade em nível mundial.

Nessa quinta-feira (10), o diretor de Transporte Marítimo da Transpetro, Agenor Junqueira, explicou, em entrevista, como será a cerimônia de batimento de quilha e detalhou a agenda do presidente em Pernambuco. Lula irá também à inauguração do cais numero 5 e visitará uma  biofábrica de cana-de-açúcar.

Junqueira lembrou a cerimônia de corte de aço do navio, realizada em setembro do ano passado. De acordo com Junqueira, esse projeto tem grande significado socioeconômico, não só para o Estado, mas também para o país. “São 9 mil empregos diretos, sendo 6 mil na construção do estaleiro e 3 mil na construção dos navios. Tudo mão de obra local”, explicou na entrevista.

O Promef é um dos mais importantes projetos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Ele criará aproximadamente 40 mil empregos diretos e 120 mil indiretos em suas duas etapas. A primeira prevê a construção de 26 navios (petroleiros e gaseiros), com investimento de US$ 2,5 bilhões. Na segunda etapa, outros 23 navios serão construídos.

A compra permitirá à Petrobras uma economia inicial anual de US$ 300 milhões a US$ 350 milhões aproximadamente, com o afretamento de embarcações para o transporte de cabotagem e de longo curso de seus produtos. A estatal brasileira do petróleo gasta anualmente cerca de US$ 2 bilhões com o afretamento de embarcações.

O evento contará também com a presença dos presidentes da Petrobras, José Sergio Gabrielli, e da Transpetro, Sergio Machado, além de diretores da companhia.

 *Com infomação da Agência Brasil.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112952 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]