CNT divulga a 98ª pesquisa de opinião. Em 2010 o povo quer Lula de novo

O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.

 A 98ª Pesquisa CNT/Sensus divulgada hoje (8 de setembro de 2009), em Brasília, pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), registra que o Índice Avaliação situa-se em 47,79 e o Índice Expectativa em 71,95. Em maio de 2009, o Índice Avaliação situava-se em 45,84 e o Índice Expectativa em 69,93.

Confira aqui os relatórios completos da pesquisa.

O Índice Avaliação é formado pela ponderação das variáveis emprego, renda, saúde, educação e segurança pública para os últimos 6 meses, e o Índice Expectativa pela ponderação das variáveis emprego, renda, saúde, educação e segurança pública para os próximos 6 meses.

AVALIAÇÃO DO GOVERNO

A avaliação positiva do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva situa-se em 65,4% e a avaliação negativa em 7,2%. Em maio, a avaliação positiva do Governo Lula situava-se em 69,8% e a negativa em 5,8%.

A aprovação do desempenho pessoal de Lula situa-se em 76,8% e a desaprovação em 18,7%. Em maio de 2009, a aprovação era de 81,5% e a desaprovação,15,7%.

ELEIÇÕES 2010 – 1º TURNO

A Pesquisa CNT Sensus quis saber – em votação espontânea – em quem o eleitor votaria para Presidente da República em 2010: Lula, 21,2%; José Serra, 7,7%; Dilma Rousseff, 4,8%; Aécio Neves, 3,1%; Ciro Gomes, 1,0%; Geraldo Alckmin, 1,0%; Heloísa Helena, 0,9%; Marina Silva, 0,9%; sem candidato, 58,5%.

Em oito listas (pesquisa estimulada) os resultados foram os seguintes:

Primeira lista: José Serra, 39,5%; Dilma Rousseff, 19,0%; Heloísa Helena, 9,7%; Marina Silva, 4,8%; sem candidato 27,2%.

Segunda lista: Dilma Rousseff, 23,3%; Aécio Neves, 16,8%; Heloísa Helena, 13,5%; Marina Silva, 8,1%; sem candidato 38,5%.

Terceira lista: José Serra, 42,2%; Heloísa Helena, 10,8%; Marina Silva, 7,4%; Antonio Palocci, 7,0%; sem candidato 32,8%.

Quarta lista: Aécio Neves, 18,0%; Heloísa Helena, 18,0%; Marina Silva, 9,8%; Antonio Palocci, 8,5%; sem candidato, 45,9%.

Quinta lista: José Serra, 40,5%; Heloísa Helena, 10,7%; Ciro Gomes, 8,7%; Marina Silva, 7,1%; sem candidato 33,1%.

Sexta lista: Aécio Neves, 17,6%; Heloísa Helena, 16,1%; Ciro Gomes, 12,0%; Marina Silva, 9,3%; sem candidato, 45,2%.

Sétima lista: José Serra, 40,1%; Dilma Rousseff, 19,9%; Marina Silva, 9,5%; sem candidato, 30,5%.

Oitava lista: Dilma Rousseff, 25,6%; Aécio Neves, 19,5%; Marina Silva, 11,2%; sem candidato, 43,9%.

ELEIÇÕES 2010 – 2º TURNO

A Pesquisa CNT Sensus fez, ainda, seis simulações para o eventual segundo turno para a eleição presidencial de 2010.

Na primeira opção obtemos: José Serra, 49,9%; Dilma Rousseff, 25,0%; sem candidato 25,2%. Em maio de 2009 os números eram 49,7%, 28,7% e 21,7% respectivamente.

Na segunda opção: Dilma Rousseff, 35,8%; Aécio Neves, 26,0%; sem candidato, 38,3%. Em maio: 39,4%, 25,9% e 34,8% respectivamente.

Na terceira opção: José Serra, 51,5%; Ciro Gomes, 16,7%; sem candidato, 31,9%. Em maio de 2009: 51,8%, 19,9% e 28,4% respectivamente.

Na quarta opção: Ciro Gomes, 30,1%; Aécio Neves, 24,2%; sem candidato, 45,8%. Em maio: 34,1%, 27,9% e 38,0% respectivamente.

Na quinta opção: José Serra, 54,8%; Antonio Palocci, 11,3%; sem candidato, 34,1%.

Na sexta opção: Aécio Neves, 31,4%; Antonio Palocci, 17,5%; sem candidato 51,2%.

LIMITE DE VOTO

Para 7,7% dos entrevistados, Aécio Neves é o único candidato em quem votariam; para 29,1% um candidato que poderiam votar; 26,3% não votariam de jeito nenhum e 30,2% não conhecem/não sabem quem é.

Para 1,9% dos entrevistados, Antonio Palocci é o único candidato em que votaria; para 16,5% um candidato quem poderiam votar; 45,8% não votariam de jeito nenhum e 29,6% não conhecem/não sabem quem é.

Para 4,9% dos entrevistados, Ciro Gomes é o único candidato em quem votariam; para 35,6% um candidato quem poderiam votar; 39,9% não votariam de jeito nenhum e 13,2% não conhecem/não sabem quem é.

Para 11,3% dos entrevistados, Dilma Rousseff é a única candidata em quem votariam; para 27,3% uma candidata quem poderiam votar; 37,6% não votariam de jeito nenhum e 17,1% não conhecem/não sabem quem é.

Para 5,5% dos entrevistados, Heloísa Helena é a única candidata em quem votariam; para 28,0% uma candidata quem poderiam votar; 43,0% não votariam de jeito nenhum e 16,6% não conhecem/não sabem quem é.

Para 20,2% dos entrevistados, José Serra é o único candidato em quem votariam; para 39,7% um candidato que poderiam votar; 29,1% não votariam de jeito nenhum e 5,2% não conhecem/não sabem quem é.

Para 3,9% dos entrevistados, Marina Silva é a única candidata em quem votariam; para 16,9% uma candidata que poderiam votar; 39,0% não votariam de jeito nenhum e 33,3% não conhecem/não sabem quem é.

TRANSFERÊNCIA LULA

20,8% votariam no candidato a Presidente da República apoiado por Lula; 31,4% poderiam votar; 20,2% não votariam e 24,6% somente conhecendo o candidato para poder decidir. Os números em março de 2009 eram 21,5%, 28,6%, 20,3% e 25,9%, respectivamente.

CRISE FINANCEIRA – BRASIL

Para 48,8% dos entrevistados, o Brasil tem lidado adequadamente com a crise econômica e para 27,4% não tem lidado adequadamente com a crise. Os números em maio de 2009 eram 50,4% e 26,5% respectivamente.

Para 52,0% dos entrevistados, o Brasil já está saindo da crise econômica e financeira e para 40,7% o Brasil ainda continua na crise econômica e financeira. Os números em maio de 2009 eram 35,9% e 55,3% respectivamente.

59,4% dos entrevistados pela Pesquisa CNT Sensus acham que nesta crise o Brasil vai sair fortalecido em relação a outros países e 18,0% que o Brasil vai sair enfraquecido. Os números em maio de 2009 eram 55,9% e 19,7% respectivamente.

GRIPE SUÍNA

83,6% dos entrevistados têm acompanhado a gripe suína; 14,7% ouviram falar na gripe e 1,0% não tem acompanhado e não ouviram falar. Os números em maio de 2009 eram 73,4%, 24,0% e 2,0% respectivamente.

Entre os entrevistados que têm acompanhado ou ouviram falar, para 52,4% o Brasil tem combatido adequadamente a Gripe Suína e para 42,1% o país não tem combatido adequadamente a doença.

SAÚDE

37,1% dos entrevistados são a favor da criação de novo imposto para financiar a saúde no Brasil e 53,9% são contra.

LINA VIEIRA E DILMA ROUSSEFF

41,5% dos entrevistados pela Pesquisa CNT Sensus ouviram ou acompanharam as notícias sobre uma suposta reunião entre Lina Vieira (da Receita Federal) e a ministra Dilma Rousseff. 50,2% não ouviram falar/não acompanharam.

Entre aqueles que ouviram falar, 35,9% acham que Lina Vieira disse a verdade sobre a realização da reunião; já para 23,6% quem disse a verdade foi a ministra Dilma, que negou a realização da reunião.

CONCLUSÃO

A popularidade do governo e do presidente Lula continua alta, embora tenha apresentado queda, a qual pode ser atribuída à mudança de postura do presidente em relação a questões como os episódios envolvendo o presidente do Senado, José Sarney, e o conflito Dilma-Lina Vieira, além da percepção de que há falhas na área da saúde. Na esfera sucessória, o governo está ficando sem plano B, já que Antonio Palocci não apresenta bom resultado na pesquisa. Serra e Aécio apresentam viabilidade eleitoral. A maioria da população percebe que o governo está lidando bem no gerenciamento da crise financeira, e discorda da possibilidade de criação de novos impostos. O governo deve, portanto, prosseguir nos seus esforços de contornar a crise na saúde sem impor a criação de mais tributos.

 *Com informação de  CNT | Sensus

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]