Feira de Santana: caso Subaé Brasil é denunciado pelo Banco Central do Brasil e MPF faz representação criminal

Reprodução de página na internet da Cooperativa Subaé Brasil.
Reprodução de página na internet da Cooperativa Subaé Brasil.

A Cooperativa de Crédito do Vale Subaé (Subaé Brasil) com sede em Feira de Santana, responde por crime contra o sistema financeiro nacional (Lei 7.492/86). Segundo Procedimento Administrativo de nº 1.140.004.000118/2008-12. Instaurado a partir de representação formulada pelo Banco Central do Brasil, que constatou indícios de manipulação contábil fraudulenta e contratação irregular de operação de crédito.

Relatório do BC

O relatório encaminhado pelo Banco Central do Brasil através de parecer DESUC/GTSAL nº 2008/02 à Procuradoria da República, município de Feira de Santana – BA., aponta a prática de supostas irregularidade na gestão de Ademy de Sena Duarte (diretor contábil), Cremildo Atanázio de Souza (Contador) e Lourival Nunes Araújo (presidente da Cooperativa do Vale Subaé). Ciente do fato, este órgão entrou com Representação Criminal nº MPF/FS 1.14.004.000118/2008-12. A notificação foi feita à Cooperativa Vale do Subaé pelo procurador da República do Estado Vladimir Aras.

A Cooperativa Vale do Subaé, em conseqüência dessa derrocada financeira, levou pânico aos seus clientes que lutam na esperança de tentar reaver o seu dinheiro. O mais curioso de toda essa trama é que a crise da citada instituição financeira não teve a divulgação desejável, o que faz com que muita gente, em sua maioria feirenses, não se apercebam ainda da totalidade e da extensão  do problema em que estão envolvidos.

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 8991 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).