Vereador feirense defende a contravenção. Colegas da bancada de oposição criticam duramente

Logomarca do Jornal Grande Bahia.
Logomarca do Jornal Grande Bahia.

Vereador Tom defende a permanência de máquinas caças–níqueis no Centro de Abastecimento de Feira. Enquanto a Polícia Federal (PF) deflagra uma operação para apreender máquinas de caça-níqueis em toda a Bahia, sendo que somente ontem em Salvador, conseguiu descobrir 71 máquinas em uma casa no Horto Florestal, uma das áreas mais nobres da cidade. Em Feira de Santana, transitando na via da contravenção, o vereador Tom (Ewerton Carneiro da Costa – PTN), defende abertamente esta prática.

A posição adotada pelo vereador, a favor da contravenção, surgiu em função de uma denúncia formulada pelo seu colega Roberto Tourinho (PSB) sobre a existência de máquinas de caça-níqueis no Centro de Abastecimento. Quando o vereador Marialvo Barreto (PT) solicitou que constasse em ata a denúncia. Indignado com a postura adotada pelo petista, em um ato de oportunismo o vereador Tom se insurgiu contra o seu colega usando o falacioso argumento que na condição de parlamentar ele está ao lado do povo. Como se não bastasse a sua atitude desrespeitosa para com as leis que regem a nação brasileira, ele foi arrogante com o colega.

O que se espera do parlamentar é que ele reveja os seus conceitos. O povo não o elegeu para fazer apologia ao crime, seja ele organizado ou não. Ele é regiamente pago com o dinheiro público e por tanto, tem o dever e a obrigação moral de defender a lei e não em se colocar em posição contrária a ela, como vem acontecendo. O mesmo conceito se aplica ao governo municipal, toda a operação conta com o beneplácito do prefeito Tarcísio Pimenta, pois ele continua mantendo total indiferença em relação a está prática criminosa.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109750 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]