O |Livro

O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.

Uma entrevista com dois grandes “pensadores”, um russo e outro brasileiro, sobre o futuro digital, no Link da semana passada, traz verdades já conhecidas, mas também revela pensamentos um pouco exagerados, penso, no que diz respeito ao livro.

O teórico digital russo tem “um certo tédio nas formas que teimam em se manter, como a do álbum na música e do livro (estático) na literatura”. Afirma ele: “Por que eu gastaria quarenta horas acompanhando a vida de alguns poucos personagens? Isso me parece velho e desinteressante.”

Eu, sinceramente, diria que “velho e desinteressante” é ele, sem nem mesmo querer saber a idade dele. Como uma criatura que não lê livros pode ser um “pensador”? E ele é também escritor, tem livros publicados. Segundo ele, os escritores estão na contra-mão do progresso tecnológico (digital), “estão perdendo a batalha pela atenção dos leitores”.

Até concordo que estamos começando a viver uma transição nos hábitos de leitura, mas apesar de a internet estar conquistando leitores para os blogs e jornais, de os e-books estarem avançando devagarinho no gosto dos leitores de jornais, revistas e livros, o livro de papel impresso continua sendo a maneira mais agradável de ler uma obra literária. Senão, como estariam vendendo aos milhares, em todo o mundo? É só ver as listas dos mais vendidos, ver estatísticas de editoras e livreiros para constatar que as vendas não caíram, pelo contrário.

O texto digital pode avançar, no futuro, mas o livro vai existir para sempre. E não é só isso. O nosso pensador não afirmou, simplesmente, que o livro tradicional é tedioso, é desinteressante, é perda de tempo. Ele disse que o livro (apenas livro, independente da mídia) é tudo isso, não interessa, para ele, se lido em um e-book, na tela do computador ou em papel.

É inaceitável que numa época em que se tenta incutir em nossos leitores em formação o gosto pela leitura, apareça uma “personalidade” dessas para dizer coisas desse tipo. É por essas e outras “cabeças” que nossas escolas têm cada vez menos espaço para estudar literatura.

 Sobre o autor: Luiz Carlos Amorim é Coordenador do Grupo Literário A ILHA em SC, com 29 anos de atividades e editor das Edições A ILHA, que publicam as revistas Suplemento LIterário A ILHA e Mirandum (Confraria de Quintana), além de mais de 50 livros. Editor de conteúdo do portal PROSA, POESIA & CIA. e autor de 25 livros de crônicas, contos e poemas, três deles publicados no exterior. Colaborador de revistas e jornais no Brasil e exterior – tem trabalhos publicados na Índia, Rússia, Grécia, Estados Unidos, Portugal, Espanha, Cuba, Argentina, Uruguai, Inglaterra, Espanha, Itália, Cabo Verde e outros, e obras traduzidas para o inglês, espanhol, bengalês, grego, russo, italiano -, além de colaborar com vários portais de informação e cultura na Internet, como Rio Total, Telescópio, Cronópios, Alla de Cuervo, Usina de Letras, etc.

O autor assina, também,  o Blog CRONICA DO DIA, em Http://luizcarlosamorim.blogspot.com

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108168 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]