Livro ABC da Crise será lançado no V Encontro de Economia Baiana | Por Oldack de Miranda

Oldack Miranda fez parte da resistência democrática e foi preso e torturado por prepostos da ditadura militar.
Oldack Miranda fez parte da resistência democrática e foi preso e torturado por prepostos da ditadura militar.

O presidente da Fundação Perseu Abramo, Nilmário Miranda, confirmou presença no “V Encontro de Economia Baiana”, que será realizado nos próximos dias 17 e 18 de setembro, no Gran Hotel Stella Maris, Salvador.

A Fundação Perseu Abramo vai lançar o livro “ABC da Crise” no evento que é organizado pela Agência de Fomento do Estado da Bahia – Desenbahia, em parceria com o Curso de Mestrado em Economia da UFBA e Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais (SEI) da Secretaria de Planejamento. Também será lançada a 11ª edição da “Revista Desenbahia”.

As inscrições para o V Encontro de Economia Baiana são gratuitas, feitas através do site www.mesteco.ufba.br/encontro e se encerram dia 10 de setembro. “Estado e desenvolvimento: novo ciclo” é o tema central do “V Encontro de Economia Baiana”.

O economista João Paulo de Almeida Magalhães (PUC/RJ), Doutor pela Université de Paris I – Sorbonne, crítico assumido do neoliberalismo, fará a palestra de abertura com o tema “Novo modelo de desenvolvimento para o Brasil”.

Oito mesas vão debater 20 artigos acadêmicos que abordam temas sobre Economia Baiana, Economia Regional e Financiamento do Desenvolvimento. O professor de Economia Carlos Eduardo Carvalho (PUC-SP), autor de um dos ensaios da obra “ABC da Crise”, fará a palestra de encerramento do encontro.

CRÍTICA AO NEOLIBERALISMO – Organizada pelo jornalista e artista plástico Sérgio Sister, a obra “ABC da Crise (Editora FPA)” reúne 16 artigos de economistas e analistas críticos do neoliberalismo, além de duas importantes entrevistas: com o ministro da Fazenda Guido Mantega e Paul Krugmann, Prêmio Nobel de Economia. O livro ajuda os leitores a compreenderem a crise financeira mundial e apresenta diagnósticos, críticas e propostas para um projeto democrático de sociedade.

Entre os autores estão Carlos Eduardo Carvalho, Cézar Manoel de Medeiros, Francisco de Oliveira, Jefferson José da Conceição, Luiz Gonzaga Belluzo, Márcio Pochmann, Maria da Conceição Tavares e Paul Singer. O “ABC da Crise” também mostra o que o governo Lula deu continuidade aos seus programas de auxílio social, contrariando o que tem sido veiculado pela grande imprensa. É leitura indispensável para iniciados e iniciantes, considerando que os artigos são acompanhados de notas explicativas, esclarece a sinopse divulgada pela FPA.

Segundo o cientista social William Vella Nozaki (USP), na resenha “A Crise financeira atual e a crítica de esquerda hoje”, publicada originalmente no site Agência Carta Maior, o livro “ABC da Crise” cumpre uma dupla tarefa: organiza os diagnósticos e sintetiza os prognósticos feitos pela esquerda no ato da crise financeira mundial, de modo que se torna útil tanto como instrumento pedagógico quanto como ferramenta política para quem se interessa pelo pensamento crítico e contemporâneo”.

*Por Oldack de Miranda é jornalista, escritor (foi co-autor do livro biográfico Lamarca, Capitão da Guerrilha), é Assessor de Comunicação e Ouvidor Especializado do DESENBAHIA – Agência de Fomento do Estado da Bahia S.A.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110959 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]