Jonas Paulo pede a cabeça de Geddel. Ministro deve entregar comando do MIN, defende petista

Logomarca do Jornal Grande Bahia.
Logomarca do Jornal Grande Bahia.

Comentando a saída do PMDB do governo Wagner, o presidente estadual do PT, Jonas Paulo, espera que Vieira Lima entregue o MIN (Ministério da Integração Nacional) como prova de coerência política. “Não se pode conceber o governo do PT a nível nacional se contrapondo ao governo do PT na Bahia. Há identidade na condução das políticas públicas, programas e projetos dos governos Lula e Wagner, querer intermediá-la na condição de oposição é, no mínimo, um desejo vil de criar um governo paralelo”, afirmou o dirigente, que defende a substituição da pasta por um pemedebista identificado com a estratégia nacional de coesão da base de Lula nos estados.

Para ele, o PMDB baiano desprezou o cenário e as movimentações de unificação que se buscam nos estados de Minas Gerais, Paraná e Rio de Janeiro para a viabilização da provável candidatura presidencial de Dilma Rousseff: “No Rio de Janeiro, por exemplo, há uma compreensão majoritária do PT de que não há espaço na base de Lula para candidatura alternativa à reeleição do governador Sérgio Cabral, do PMDB”.

Jonas Paulo garante que permanece a tática de construir uma Frente Política forte para ganhar no 1º turno. “Agora com possibilidade de ampliar e compor uma chapa mais competitiva para disputar o Senado, superando as adversidades reveladas nas recentes pesquisas”, disse o dirigente, que lamentou o desfecho da aliança: “fomos pacientes, ponderados e garantimos os espaços de composição para o PMDB baiano. Mas eles, que só ganharam notoriedade e presença política nacional graças à nossa aliança, infelizmente escolheram o caminho do confronto, da ambição e da megalomania”, concluiu.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108006 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]