TV Universitária: Aproveitamento de resíduos debatido em encontro nacional

Logomarca do Jornal Grande Bahia.
Logomarca do Jornal Grande Bahia.

Com a iniciativa, a UEFS disponibiliza para a comunidade mais uma importante ferramenta de comunicação social. A coordenadora da TVU, Nadia Virgínia Carneiro, professora doutora em Comunicação e Semiótica, revelou que o novo espaço não se limita a divulgar informações de forma unilateral.

Neste contexto, explica, o internauta poderá interagir com sugestões de pauta e de programas, com críticas e até mesmo com participação direta e presencial em um dos núcleos de produção, aberto às comunidades interna e externa à UEFS. “Nossa meta é tornar o significado de ‘fazer a TV Universitária’ num projeto coletivo de fato, que tenha a cara da Uefs e da comunidade de Feira de Santana e das centenas de municípios assistidos pela Uefs, que espelhe sua diversidade”. Contatos podem ser mantidos através do e-mailtvuefs@gmail.com.

 A programação da TVU terá caráter educativo e modelo proposto pela TV Pública que está sendo implantada no país. Está será a marca da nova fase da TVU da Uefs. Com formato experimental nesta primeira fase, serão exibidas matérias para todos os públicos, inspiradas no jornalismo participativo. “A equipe também produzirá documentários e especiais com tratamento artístico e técnico mais apurado”, ressalta a coordenadora Nadia Virgínia. Com a participação da comunidade, a grade de programação será ampliada gradativamente.

 Com a recente inscrição na Associação Brasileira de Televisão Universitária (ABTU), que congrega a maioria das TVs universitárias do país, a TVU passa a compor a rede de intercambio de TVs públicas. “Será mais um veiculo de comunicação nacional que no seu lócus regional visa a democratização da produção e do acesso a informação e ao entretenimento de interesse da comunidade que representa”, destaca Nadia Virgínia.

 Histórico

 Criada em 1997, a TV Universitária da Uefs, nos primeiros quatro anos de existência, produziu um telejornal diário com duração de 15 minutos. A exibição era em circuito interno através de televisores distribuídos em alguns módulos do campus universitário.

 Em 2001, a TVU passou a produzir vídeos institucionais que eram exibidos em telões durante eventos promovidos pela Uefs. Em 2007, a nova Administração Central da UEFS vinculou a TV à Assessoria de Comunicação (Ascom). Com a consultoria do jornalista Marcondes Araújo, foram realizados três seminários que debateram questões e amadureceram um projeto de política de comunicação democrático e aberto à participação de toda a comunidade universitária.

 No projeto, a TV Universitária se desvincula da ASCOM e passa a ter um caráter público (e não de assessoria de comunicação). É assumido o compromisso de servir a toda comunidade universitária, dando voz e visibilidade à diversidade de olhares, saberes e experiências de docentes, discente e funcionários através da produção e exibindo conteúdo audiovisual informativo, educativo e crítico de interesse público.

 O projeto ainda prevê a criação de uma rádio aberta FM/Educativa e WEB (em projeto), além do canal de TV aberta (que ainda depende de outorga pelo Ministério das Comunicações).

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 115123 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.