Solla continua mentindo | Por Carlos Antonio

Logomarca do Jornal Grande Bahia.
Logomarca do Jornal Grande Bahia.

Ronaldo não vai para nenhum sacrifício

O líder da oposição na Assembléia Legislativa, deputado Heraldo Rocha (DEM), desmentiu e afirmou que o secretário de Saúde, Jorge Solla, continua insistindo em mentir. Está inventando dados sobre a administração Paulo Souto, dando uma prova de que, após dois anos e meio de governo Wagner, ele nada tem de positivo a apresentar à população. “Caso contrário, não insistiria em olhar para o passado para tentar justificar sua própria incompetência”.

Essa denuncia buliu com a memória, me fez lembrar certa folha de pagamento secreta, denuncia do próprio deputado Heraldo Rocha. Foi através de requerimento, enviados ao Cremeb, à Associação Bahiana de Medicina e ao Sindicato dos Médicos do Estado da Bahia, solicitando parecer sobre denúncias de que médicos sem contrato teriam recebido até 30 mil reais de salário da Secretaria de Saúde do Estado.

Uma fonte da governadoria, na época, comentou que Jaques Wagner teria avaliado que a Secretaria de Saúde cometera uma imprudência ao pagar os valores, no montante de 3 milhões de reais, relativos a dois meses de serviços prestados por médicos, como indenização. Um expediente impróprio para fazer frente a remunerações salariais.

Outra fonte do governo, na época da denúncia do deputado João Carlos Bacelar, afirmou que: “Está provado que Solla pode ser um ótimo consultor. Como gestor, até agora, tem sido uma negação”.

Até hoje, “depois dos panos quentes”, não se sabe se houve desvio de recursos ou desvio de finalidade, motivo pelo qual o governo Jaques Wagner poderia ser enquadrado na “Lei de Responsabilidade Fiscal”. É o jogo do abafa.

Deve ser por isso que alguns profissionais de comunicação não foram convidados para o almoço com o carioca Jaques Wagner, Excelentíssimo Governador da Bahia…

Ronaldo não vai para nenhum sacrifício

 Com a normal falta de conhecimento sobre o ex-prefeito de Feira de Santana, Talvez por fazer oposição radical, ou por não ter participado do seu governo. Alguns réprobos que se dedicam profissionalmente a prática da reproche, principalmente quando ouvem o ”Morrão Fumegante”. Desconhecem que o DEM não pratica a antropofagia. Os seus quadros políticos são reconhecidos e valorizados, principalmente nessa fase de reestruturação política.  José Ronaldo não será candidato ao governo do estado, não em 2010. Essas observações partem de opositores que desejam reduzir as cadeiras do partido na Assembléia Legislativa, na Câmara Federal e no Senado. O DEM vai às eleições de 2010 com o propósito de ampliar e não ceder espaços. A onda vermelha está virando marolinha!

Ainda duvidas que José Ronaldo possua projeção estadual. Ora cidadão, é melhor manter o que tens no momento. Não queiras passar os pés pelas mãos, você não é contorcionista. Por sinal a idade não mais permite. Provinciana é a vidinha que muitos estão a incorporar.

Como dizem, tudo são teses de quem não faz doutorado.

*Por Carlos Antonio de Lima, brasileiro, natural de Caruaru, Estado de Pernambuco, nasceu no dia 22 de dezembro de 1951. Jornalista e radialista. Atualmente Tesoureiro da Academia Feirense de Letras, membro do MCC – Movimento do Cursilho de Cristandade da Arquidiocese de Feira de Santana, âncora do programa jornalístico Jornal da Povo, da Rádio Povo, emissora que pertence ao Sistema Pazzi de Comunicação e chefe de Redação e Divulgação da Secretaria Municipal de Comunicação Social.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109821 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]