Prefeito de Salvador volta a ameaçar com desapropriações em massa

Logomarca do Jornal Grande Bahia.
Logomarca do Jornal Grande Bahia.

Deu na revista digital Terra Magazine. “Salvador: área desapropriada pode ter shoppings”, em matéria assinada pelo jornalista baiano Cláudio Leal. Sem apresentar projeto para uma área de 324 mil metros quadradros declarada de “utilidade pública” com fim de desapropriação, o prefeito de Salvador, João Henrique Carneiro (PMDB), soltou um preposto para vazar seu plano de transformar uma área residencial em “duas marinas, atracadouros, dois shoppings centers, além de um parque hoteleiro para atender o trade turístico”. O projeto mesmo deve sair em outubro.

Segundo a reportagem, “o trecho a ser desapropriado possui prédios tombados pelo patrimônio histórico e extensa faixa de casario secular. Entretanto, o decreto no Diário Oficial veio antes de um parecer do Iphan. Os moradores do bairro da Boa Viagem e de uma das primeiras vilas operárias do Brasil – da extinta fábrica Luiz Tarquínio (do séc. XIX) -, se mobilizam para resistir à anunciada parceria entre a prefeitura e a iniciativa privada. Desconfia-se da ingerência de grupos imobiliários e da construção civil na mordida territorial”.

Diante da ameaça, a população começa a se organizar para defender seus lares. Sábado, 31 de julho, estará sendo fundada uma associação para defender o recanto histórico da Pensínsula de Itapagipe.

“Opositora do decreto, a vereadora Vânia Galvão (PT) propôs uma audiência pública, em 4 de agosto, às 9h, na Câmara Municipal. Serão convidados Antonio Abreu, o Iphan, o secretário de Patrimônio da União, o Conselho Regional de Engenharia, o Instituto de Arquitetos, o Ministério Público e a Defensoria Pública. A lista não inclui o prefeito.

– Não conhecemos esse projeto. Primeiro, eu acho um equívoco imenso o prefeito (João Henrique) baixar o decreto, desapropriando a área, sem especificar o objeto. Isso é ilegal. Não ouviu a comunidade, nenhuma entidade, ninguém que represente aquela área – denuncia Vânia Galvão.

A vereadora desconhece a “parceria” com o governo do Estado e pretende solicitar informações. Em 13 de maio, o governador Jaques Wagner (PT) afirmou a Terra Magazine que não estava a par da ideia do prefeito para a Cidade Baixa e Itapagipe. “É muito estranho… é muito esquisito… Espero que não esteja ligado à especulação imobiliária”, cogitou Wagner.

Quem quer dinheiro? Vale tudo por dinheiro na administração do PMDB em Salvador.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 114924 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.