O judiciário baiano está entre os piores do Brasil e Feira não foge à regra

Logomarca do Jornal Grande Bahia.
Logomarca do Jornal Grande Bahia.

Cidadão liga para a redação do jornal e declara: “Estou na fila do cartório desde as 6 da manhã, até este momento, 9 horas, não fui atendido. Já houveram até brigas.”

Como se não bastasse o povo ter que diariamente se defrontar e conviver com as mazelas políticas, o feirense padece com o péssimo serviço oferecido pelo judiciário local, tendo que enfrentar longas filas e esperar horas a fio por atendimento. A situação já extrapola o que se pode considerar minimamente tolerável, enquanto os conflitos se avolumam no interior do Fórum Desembargador Filinto Bastos.

As causas ou justificativas encontradas para tal situação de caos, fornecidas pelos funcionários do órgão, é a falta de pessoal. Mas o povo vai mais longe ao denunciar que além da questão alegada por eles, existem aqueles que contribuem para agravar a difícil situação ao prestar atendimento incompatível com as normas mínimas de respeito ao cidadão.

 “Alguns dos funcionários, talvez em conseqüência do estresse, são desrespeitosos para com o cidadão. E estes não podem manifestar nenhum ato de protesto, pois correm o risco de ser preso por desacato. No local existem afixados avisos alertando esta possibilidade”, desabafa uma jovem, que ao lado de crianças e pessoas idosas se encontravam no local aguardando a sua vez de ser atendida.

 Mas para o desespero geral, não demorou muito e um funcionário fez um comunicado no qual intimava as pessoas que não foram atendidas até o presente momento, para comparecerem no dia seguinte. Uma vez que não havia mais disponibilidade de fichas, a sua distribuição é feita de forma bastante limitada, cerca de 20 ao dia.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108862 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]