Feira de Santana dá a largada para o Censo 2010

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Logomarca do Jornal Grande Bahia.
Logomarca do Jornal Grande Bahia.

Comissão Municipal de Geografia e Estatística (CMGE) será espaço para interlocução entre o IBGE e representantes dos poderes público e organizações da sociedade civil

Nesta Quinta-feira, 30 de julho de 2016, o município de Feira de Santana dará seu primeiro passo para realização do Censo 2010 com a instalação da Comissão Municipal de Geografia e Estatística (CMGE), espaço para interlocução entre o IBGE e representantes do poder público e da sociedade civil. Participarão da primeira reunião o prefeito, Tarcisio Pimenta, secretários de diferentes pastas e representantes de diversas instituições da sociedade organizada, na CDL – Câmara de Dirigentes Lojistas, situada na Praça Monsenhor Renato Galvão número 173, às 16:00 horas, para discutir questões relativas ao planejamento e execução do Censo na cidade.

Censo 2010 vai criar 240 mil empregos temporários

Com orçamento de aproximadamente R$ 1,4 bilhão, o censo demográfico é a maior operação logística em tempos de paz. Em 2010, serão mobilizadas cerca de 240 mil pessoas, todas contratadas (através de processo seletivo público) exclusivamente para visitar cerca de 58 milhões de domicílios brasileiros. Esse enorme contingente (superior ao do Exército) será equipado com cerca de 210 mil computadores de mão, nos quais estarão o questionário eletrônico do Censo 2010 e um programa para facilitar a localização do recenseador, por GPS, em áreas rurais e/ou remotas.

A partir de setembro de 2009, o IBGE começará a selecionar o pessoal que irá trabalhar temporariamente no Censo 2010. Haverá vagas em todos os 5.565 municípios brasileiros. Os aprovados trabalharão por períodos de três meses (recenseadores) a nove meses (supervisores e outras funções). São esperados entre um e dois milhões de candidatos.

Entre março e julho de 2010, será feito o treinamento dos recenseadores e supervisores. Em 1º de agosto de 2010, começará a coleta de dados do Censo, que vai durar cerca de quatro meses. Em dezembro, está prevista a divulgação dos primeiros resultados e os definitivos devem ser divulgados a partir de 2011.

O IBGE conversa com cada município do país

As Comissões Municipais de Geografia e Estatística serão instaladas nos 5.565 municípios do País eauxiliarão na tarefa de coletar informações em cada um dos 58 milhões de domicílios brasileiros. As Comissões irão colaborar na infraestrutura para instalação dos quase sete mil postos de coleta informatizados. Conectados à Internet, ou por outro meio de comunicação, esses postos receberão os dados coletados pelos recenseadores e os transmitirão para a sede do IBGE, no Rio de Janeiro. As CMGEs também poderão implementar formas de facilitar o transporte das equipes de coleta, entre outros aspectos logísticos.

Cerca de 1.280 coordenadores do IBGE, cada um responsável por em média cinco municípios, acompanharão as reuniões nas cidades, apoiando o trabalho de 230 mil agentes de pesquisa e garantindo a qualidade dos dados coletados pelo Censo. Outras tarefas da CMGE são auxiliar a divulgação do Censo 2010, sensibilizando a população local para abrir as portas de seus domicílios ao IBGE e responder corretamente as perguntas dos recenseadores.

Ao longo da operação, a comissão poderá acompanhar o desenvolvimento dos trabalhos e terá a oportunidade de averiguar a qualidade da cobertura para, se for o caso, propor verificações. Ao final, a CMGE poderá conhecer o resultado provisório, antes mesmo da divulgação.

O Censo é a única pesquisa que visita todos os domicílios particulares permanentes do País e é o levantamento que oferece a maior quantidade de informações a respeito da população residente e de seus locais de moradia. A partir dessas informações, podem ser elaboradas políticas públicas para dimensionar e atender as demandas locais por educação, saneamento básico, atendimento hospitalar, coleta de lixo, luz elétrica e outros serviços.

Primeira reunião define base territorial

O IBGE estabeleceu um cronograma geral para todas as CMGEs, com cinco reuniões ordinárias e quantas extraordinárias forem necessárias. Em 2009, dois encontros estão programados. Na pauta destas primeiras reuniões, constam temas relativos à atualização da Base Territorial (BT). O IBGE apresentará os mapas que serão utilizados no Censo, observando a legislação em vigor no que concerne aos limites territoriais. Nessa etapa também serão identificados os aglomerados subnormais (favelas, cortiços e similares), assentamentos, Unidades de Conservação Ambiental e Terras Indígenas que eventualmente não constem nos mapas e que devam ser incluídos.

Prevista para setembro/outubro, a segunda reunião deverá ter foco na divulgação do Processo Seletivo Simplificado dos coordenadores e supervisores do Censo 2010 em cada município. Também será discutida a montagem dos postos de coleta e o preparo da infraestrutura para o treinamento dos recenseadores.

As CMGEs vão continuar ativas mesmo após a divulgação dos resultados do Censo 2010, para que se tornem um canal permanente entre o IBGE e os municípios brasileiros.

Roberto Lima | Coordenação do Censo Demográfico 2010

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113514 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]