Uma jogada de mestre | Por Isaac de Cristo

O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.

É como qualifico a redução do IPI pelo Governo Federal. Ora, reduzir 10% no IPI, não significa 10% de desconto no preço final do produto, sobretudo quando se fala em produtos componentes de insumos da Construção Civil. Aliás, significa algo real em torno de 2%com muito otimismo, isto quando o revendedor repassa o incentivo.

Mas as considerações não terminam por aí, nos produtos da linha qualificada como “branca” (geladeiras, fogões, etc) até consegue-se perceber menos acanhadamente o incentivo, uma vez que a redução do imposto incide sobre a totalidade do produto, o que não é verdade, quando falamos de Construção Civil, onde muitos dos produtos relacionados nos 30 grupos de materiais, são apenas componentes juntamente com outros produtos não contemplados no incentivo. Isto faz a redução real no preço final do produto oscilar entre 1 e 2%. Percentuais tão irrisórios perdem em disparada para os descontos já praticados pelos incorporadores, haja vista, não é raro se praticar no mercado descontos de 5 a mais de 10%.

A grande jogada de mestre feita pelo governo é bom para todo mundo, mesmo quando ele declarado estar deixando de arrecadar milhões de reais, uma vez que a demanda de consumo tem respondido positivamente, muito além das expectativas, a ponto de o próprio governo já estar falando em prorrogar o período de incentivo ou até mesmo de deixá-lo perdurar sem limitação de tempo. Já os incorporadores ganham por manter os negócios em andamento, mesmo quando se fala em crise, uma vez que conforme já citei, o desconto final não é nada de anormal para o comércio de um país capitalista.

Já o consumidor, movido pela idéia de “10% de desconto”, num cenário de crise, sente-se comprando a preços menores do que poderiam ser, é como comprar no mesmo preço anterior ao da famigerada crise econômica. Não vou me surpreender se me disserem depois que o governo lançou mãos de assessoria psicológica para empreender tão acertadamente numa situação de crise onde muitas potências econômicas estão à beira da sucumbência.

Mais uma vez parabéns ao Presidente Lula pela perspicácia de lançar na mesma áurea de crise e de “solução” o programa “Minha casa, Minha Vida” que, ligando a crise à solução, tira de letra frente a tantos chefes de estado, hawardianos, doutores, etc, que já governaram o país anteriormente. Neste contexto, o importante é que o brasileiro está otimista, o presidente recebe elogios de outros chefes de estado e o país adquire divisas frente a outras nações pelo mundo.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Alberto Peixoto 488 Artigos
Antonio Alberto de Oliveira Peixoto, nasceu em Feira de Santana, em 3 de setembro de 1950, é Bacharel em Administração de Empresas pela UNIFACS, e funcionário público lotado na Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia, atua como articulista do Jornal Grande Bahia, escrevendo semanalmente, é escritor e tem entre as obras publicadas os livros de contos: 'Estórias que Deus Duvida', 'O Enterro da Sogra, 'Único Espermatozoide', 'Dasdores a Difícil Vida Fácil', participou da coletânea 'Bahia de Todos em Contos', Vol. III, através da editora Òmnira. Também atua incentivador da cultura nordestina, sendo conselheiro da Fundação Òmnira de Assistência Cultural e Comunitária, realizando atividades em favor de comunidades carentes de Salvador, Feira de Santana e Santo Antonio de Jesus. É Membro da Academia de Letras do Recôncavo (ALER), ocupando a cadeira de número 26. E-mail para contato: [email protected] Saiba mais sobre o autor visitando o endereço eletrônico http://www.albertopeixoto.com.br.