Policiais civis paralisam atividades por 72h em toda a Bahia

O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.

Por falta de negociação com o Governo da Bahia, o Sindicato dos Policias Civis da Bahia (Sindpoc) inicia nesta segunda-feira (08/06/2009) a quarta paralisação da categoria, com duração de 72 horas. Durante o período, apenas 30% do efetivo policial deverá comparecer às delegacias. Para orientar o movimento, Carlos Lima, presidente do sindicato, estará nesta segunda, a partir das 08:00, na 7ª Delegacia de Polícia, no bairro do Rio Vermelho.

Durante a paralisação, serviços como levantamento cadavérico, custódia de preso e remoção de cadáver serão interrompidos. Também não serão realizadas diligências, atividades de cartório nem escoltas ou transferências de presos – mesmo com determinação judicial.

De acordo com Bernardino Gayaso, secretário geral do Sindipoc, as negociações com o sindicato não avançaram. Ele explica que, por conta da omissão do Governo, o cronograma de greves permanece conforme estabelecido entre os representantes da categoria. A quarta paralisação da categoria ocorre até a próxima quarta-feira (10).

Caso sindicato e Governo Estado não entrem num  acordo, os policiais ameaçam entrar em greve por tempo indeterminado a partir do dia 20 de junho, véspera dos festejos juninos. A categoria pede 100% de reajuste salarial, que seriam disponibilizados no decorrer dos próximos três anos. Do outro lado, o governo oferece apenas 40%.

Gayoso informou que, na manifestação anterior, iniciada no dia 27 de maio, contou com apoio total dos policiais de toda a Bahia, que paralisaram as atividades durante três dias. O secretário destacou, ainda, que houve manifestações nas cidades de Porto Seguro, Ilhéus, Eunápolis e Barreiras, e que as possibilidades de negociações com as secretarias de Administração do Estado (Saeb) e de Segurança Pública (SSP) se esgotaram.

“Essa última paralisação causou grande impacto na população. Encaro isso com uma falta de atenção muito grande do Governo. Encerramos a nossa terceira paralisação sem nenhuma definição”, lamentou. Gayoso também confirma que houve fulga de presos nas cidades de Barreiras e Itapetinga.

O vice-presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Estado da Bahia (Sindoc), Marcos de Oliveira Maurício, reclamou da ausência de propostas do governo. “Até agora nada foi negociado. Mais uma vez o governo discrimina a nossa categoria”, protestou.

A estratégia da categoria adotada a partir da última paralisação será a de buscar apoio parlamentar na Assembléia Legislativa. Representantes do Sindpoc também tentam agendar um encontro com o governador Jaques Wagner.

Ocorrências

As ocorrências durante a paralisação só puderam ser realizadas no Plantão Especial, que funcionou no posto de atendimento do prédio da Polícia Civil, na Piedade, onde foram registradas cerca de  2,5 mil queixas durante o período. Outra opção foi o registro de queixas através da Delegacia Digital , onde só foi possível registrar furto ou roubo de veículos, arrombamento de imóveis, perda ou extravio de documentos e desaparecimento de pessoas. Durante as últimas paralisações, o atendimento na Delegacia Digital aumentou 400%.

Ranking

De acordo com dados da Conferência Brasileira de Policiais Civis (Cobrapol), divulgado em 2008, referente ao ano de 2007, a Bahia é o 21º Estado na escala salarial dos policiais do Brasil, com salários que variam entre R$ 1.560 e R$ 1.590, atrás dos estados como Pernambuco e Roraima. Líderes no ranking, os agentes do Distrito Federal são os que mais ganham, com salário de R$ 6.594,30, em 2007. Este ano, já passaram a R$ 7.500, de acordo com dados do Sindpoc.

*Com informações da Assessoria de Imprensa do SINDPOC

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111111 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]