Governadores e prefeitos não devem deixar clima pré-eleitoral atrapalhar obras, diz Lula

O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.

Brasília – Ao destinar recursos para cidades atingidas com frequência por enchentes, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez um apelo hoje (09/06/2009) para que prefeitos e governadores não deixem o clima pré-eleitoral deste ano atrapalhar o andamento de obras.

“Estamos entrando em um momento nervoso da vida nacional. Afinal de contas, estamos em um ano pré-eleitoral e não devemos permitir que o processo eleitoral crie qualquer impossibilidade de a gente consagrar o relacionamento, que conseguimos criar entre os entes federados”, afirmou Lula, em cerimônia que reuniu prefeitos e governadores no Palácio do Buriti, sede oficial do governo do Distrito Federal.

No evento, Lula reclamou dos órgãos de fiscalização por, em diversas ocasiões, travarem a continuidade das obras. De acordo com o presidente, a fiscalização tem sido “dura e irresponsável”. “Tem sempre uma vírgula que impede a coisa de acontecer”, alegou.

O ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Augusto Nardes, apontou hoje deficiência e falta de planejamento no pagamento das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). De acordo com o ministro, responsável pelo parecer prévio dos gastos do governo federal em 2008, foram registrados 92% de empenho do PAC no ano passado, mas apenas 21% dos valores foram liquidados.

O presidente criticou ainda as divergências entre ministros, que também atrasam a execução dos projetos, e aproveitou para elogiar a competência da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, coordenadora do PAC. “Um entende assim, outro entende assim. Um é de fiscalização, outro é de fiscalização. Em vez de sentar na mesa, tomar uma cerveja e resolverem, passam meses [de indefinição]”, brincou.

Lula pediu aos prefeitos e governadores para criarem um conselho de gestão e apresentarem projetos, porque a União tem dinheiro para financiá-los.

“Nesse momento em que a gente não está preocupado em fazer superávit primário, não está preocupado em deixar de gastar o dinheiro em boas coisas por conta da crise mundial. Aproveitem. Eu não sei se daqui a cinco, seis, dez anos vai ter a mesma facilidade de dinheiro que tem agora. Nessa crise agora, eu poderia não estar anunciando isso”, disse.

O governo investirá R$ 4,7 bilhões em obras de dragagem e redes pluviais em 109 municípios de 18 estados, atingidos com frequência por enchentes, chamado de PAC Drenagem.

São Paulo, Campinas e Baixa Santista receberão  R$ 1,1 bilhão (22,9%). Depois, aparecem Rio de Janeiro, com R$ 802,4 milhões, e Minas Gerais, com R$ 625,5 milhões.

Santa Catarina, estado atingido por temporais no ano passado, receberá R$ 525,6 milhões. Para o Piauí, onde uma barragem rompeu- se neste mês por causa das cheias, serão destinados R$ 75 milhões.

De acordo com o Ministério das Cidades, foram selecionados projetos com conclusão em 2010 nos municípios com inundações recorrentes.

*Com informações da Agência Brasil

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109860 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]