Fetrab faz avaliação das negociações entre governo e sindicatos

Antonio Alberto de Oliveira Peixoto.
Antonio Alberto de Oliveira Peixoto.

Presença de três parlamentares e de um Secretário de Estado

Segunda-feira (01/06/2009), no auditório do Sindicato dos Comerciários, a Federação dos Trabalhadores Públicos do Estado da Bahia foi promovido um encontro com dirigentes sindicais dos diversos segmentos do Estado. Na pauta, uma avaliação conjuntural e da relação dos servidores com o governo do Estado.

No debate foi avaliado os acordos assinados às Mesas Setoriais, as vitórias e as pendências do governo para com os trabalhadores públicos, a URV, a paridade constitucional entre ativos e aposentados e a Mesa Central de Negociação.

A coordenação da Fetrab avaliou que era necessário fazer um balanço dessa relação e avançar em busca de vitórias para os servidores públicos em diversas questões. Para isso solicitou a presença de parlamentares da base do governo que têm relação com o funcionalismo e que fazem parte dos partidos que historicamente apoiaram a luta do funcionalismo e dos trabalhadores em geral.

Na avaliação do coordenador da Federação, Rubens Santiago, esse debate ajuda a melhorar o entendimento entre o governo e os servidores sobre vários aspectos e pontuou que no encontro houve uma abordagem da recuperação da arrecadação estadual no mês de maio/09. “Vou solicitar, em nome do Sindsefaz, que os parlamentares ligados ao governo façam gestões urgentes junto ao governador para resolver a questão do subteto salarial e do pagamento do acordo salarial de 2008 para as pensionistas da Sefaz, dentre outros assuntos”, disse ele.

É preciso compreender que a construção de uma Bahia de todos nós passa necessariamente pela recuperação dos serviços públicos, melhor atendimento à população e valorização dos trabalhadores. A vitória das forças democráticas em 2006 teve ativa participação dos servidores públicos, maltratados após 16 anos de uma política salarial retrógrada e que punia os aposentados. A manutenção de relações modernas, respeitosas e produtivas com o funcionalismo é mais um fator que garantirá a continuidade do projeto de libertação do nosso Estado.

*Com informações de Sindsefaz

Sobre Alberto Peixoto 488 Artigos
Antonio Alberto de Oliveira Peixoto, nasceu em Feira de Santana, em 3 de setembro de 1950, é Bacharel em Administração de Empresas pela UNIFACS, e funcionário público lotado na Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia, atua como articulista do Jornal Grande Bahia, escrevendo semanalmente, é escritor e tem entre as obras publicadas os livros de contos: 'Estórias que Deus Duvida', 'O Enterro da Sogra, 'Único Espermatozoide', 'Dasdores a Difícil Vida Fácil', participou da coletânea 'Bahia de Todos em Contos', Vol. III, através da editora Òmnira. Também atua incentivador da cultura nordestina, sendo conselheiro da Fundação Òmnira de Assistência Cultural e Comunitária, realizando atividades em favor de comunidades carentes de Salvador, Feira de Santana e Santo Antonio de Jesus. É Membro da Academia de Letras do Recôncavo (ALER), ocupando a cadeira de número 26. E-mail para contato: [email protected] Saiba mais sobre o autor visitando o endereço eletrônico http://www.albertopeixoto.com.br.