Cidade de Cachoeira torna-se sede provisória do Governo da Bahia

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Vista da sede da Câmara Municipal de Cachoeira.
Vista da sede da Câmara Municipal de Cachoeira.
Vista da sede da Câmara Municipal de Cachoeira.
Vista da sede da Câmara Municipal de Cachoeira.

A cidade de Cachoeira, no Recôncavo Baiano, foi ontem, pela segundo ano consecutivo, sede  do governo estadual. Prevista em lei, a transferência é feita todo ano no dia (25/06/2009), oportunidade em que o governador e secretários estaduais participam das comemorações pela Independência da Bahia e assinam atos e despachos da administração pública. O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Marcelo Nilo, também esteve presente

A programação começou às 8 da manhã com o hasteamento das bandeiras na Praça da Aclamação e prosseguiu com a celebração do Te Deum em homenagem aos heróis mortos na luta pela  independência. O 25 de junho é a data maior da cidade, pois no ano de 1822, mesmo com a ameaça de uma nau portuguesa no rio Paraguaçu, começou ali a resistência que culminaria com a Independência da Bahia em 2 de julho de 1823.

Entre uma série de outras medidas, foram anunciadas em Cachoeira, durante o período de transferência do governo,  a decretação da Irmandade da Boa Morte como Patrimônio Imaterial do Estado. A instituição secular é uma manifestação afro-católica daquela cidade de grande importância histórica, cultural e religiosa para o Estado.

Também foram divulgados o envio à Assembleia Legislativa do projeto de lei que cria a medalha/condecoração ou Ordem Dois de Julho, da mensagem que torna o hino ao Dois de Julho como Hino Oficial da Bahia, de uma parceria da Fundação Pedro Calmon com a Universidade Federal do Recôncavo Baiano para oferecer curso de extensão “Gestores de Patrimônio” a turmas de 50 alunos de Cachoeira e São Félix, do Projeto Biblioteca 25 de junho, especializado em música, e foi feito o lançamento  do Pacto do Recôncavo pela não violência contra a mulher.

Entre outras ações foi também assinada uma ordem de serviço para 70 ligações elétricas com recursos da ordem de R$ 351 mil, inauguradas mais 143 ligações e assinada ordem de serviço para instalação de outras 52, essas duas ações somando um investimento de mais de R$ 1,3 milhão. Foi inaugurado também um trecho de 20 quilômetros da BR – 420, que corta o município de Cachoeira, numa parceria governo do Estado/Petrobras e anunciada a recuperação de um trecho da BA–880, que liga a Opalma a São Francisco do Paraguaçu, intervenção orçada em mais de R$ 3,3 milhões.

Tudo isso fora projetos de sistemas de abastecimento de água para 16 comunidades do município e obras de esgotamento sanitário para cidades do Recôncavo, com investimentos de mais de R$ 82 milhões. E, ainda, inauguração de centro digitais de cidadania e assinatura de convênio da área da Saúde para reforma do ambulatório e instalação de uma central de oxigênio na Santa Casa de Misericórdia de Cachoeira.

Vista do Convento e Igreja Nossa Senhora do Carmo em Cachoeira.
Vista do Convento e Igreja Nossa Senhora do Carmo em Cachoeira.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113746 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]