Senado americano discute sobre o futuro do jornalismo

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Logomarca do Jornal Grande Bahia.
Logomarca do Jornal Grande Bahia.

O Subcomitê de Comunicações, Tecnologia e Internet do Senado dos Estados Unidos convocou uma audiência na semana passada, em que vários executivos do setor apresentaram seus pontos de vista sobre o futuro do jornalismo na era digital, informa a agência AFP.

Um publisher de jornais do Texas, um ex-repórter do Baltimore Sun, a vice-presidente do Google e a co-fundadora do site Huffington Post deram suas perspectivas à pergunta: Pode o jornalismo online sustentar os valores do jornalismo profissional da mesma maneira que os jornais impressos?

Veja abaixo uma seleção do que eles disseram:

* A fundadora do Huffington Post, Arianna Huffington, disse aos senadores que se deve buscar um modelo em que repórteres amadores (os jornalistas cidadãos) obtenham orientação de jornalistas e editores profissionais, segundo oLos Angeles Times.

Huffington elogiou sites da internet como o Voice of San Diego, que tem se destacado por suas reportagens investigativas locais. Ela também mencionou olançamento de uma equipe de investigação dentro do próprio Huffington Post.

* O ex-jornalista do Baltimore Sun (e criador da série da TV The Wire) David Simon mostrou-se menos otimista sobre o jornalismo cidadão, dizendo que é bem-intencionado, mas ineficaz. Simon propôs a criação de incentivos fiscais por parte do governo, para que as cadeias de jornais transfiram a propriedade de seus meios de comunicação a organizações locais sem fins lucrativos. O ex-jornalista sugeriu ainda a flexibilização das normas anti-monopólio, de modo que os donos de jornais possam juntos planejar uma transição de toda a indústria para um sistema pago de assinaturas online, explica o Guardian.

* O publisher do Dallas Morning News, James Moroney, culpou sites como Google News e Amazon pelo atual declínio de receita publicitária. Ele alegou que seria vantajoso se o governo tentasse eliminar acordos de partilha de receita entre as organizações de jornal impresso e online através de uma isenção da lei antitruste, acrescenta o Los Angeles Times.

* A vice-presidente do Google, Marissa Mayer, disse que o Google leva uma grande quantidade de tráfico aos sites de notícias, e recomendou que a imprensa otimize seus produtos e melhore o “engajamento do leitor” através de links para artigos e publicidade relacionados, diz o Los Angeles Times.

* Alberto Ibargüen, presidente e diretor executivo da Fundação John S. y James L. Knight, sugeriu várias maneiras de os legisladores ajudarem a manter o fluxo de informação nas comunidades, incluindo a garantia ao acesso universal da internet; o apoio à experimentação na mídia; e a análise de possíves leis que tornariam mais fácil a criação de organizações locais sem fins lucrativos. (Leia seu depoimento completo aqui.)

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113755 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]