ONU comemora Dia da Diversidade Biológica

Logomarca do Jornal Grande Bahia.
Logomarca do Jornal Grande Bahia.

Data alerta para os riscos causados aos ecossistemas pelas espécies não-nativas; De acordo com o Secretário-Geral da ONU, elas são um dos fatores que podem atrapalhar os Objetivos do Milênio.

Em mensagem ao Dia Internacional da Diversidade Biológica, comemorado nesta sexta-feira, 22 de maio de 2009, o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, alertou para o declínio global da biodiversidade, causado principalmente pelo desmatamento, mudanças no habitat e degradação da terra.

Outra preocupação é a disseminação de espécies não-nativas que estão danificando o ecossistema e até a economia mundial. Essas espécies são o foco principal da reunião da Convenção sobre Diversidade Biológica, que acontece nesta sexta-feira em Tóquio, no Japão.

Espécies

O especialista da Convenção sobre o Comércio Internacional das Espécies da Fauna e da Flora Selvagens Ameaçadas de Extinção, Cites, Marcos Silva, explicou à Rádio ONU, de Genebra, sobre a ação dessas espécies que vêm de fora.

“Uma espécie invasora é um animal ou uma planta fora de seu ecossistema que entra num novo ecossistema. Por várias razões, essa planta ou animal pode destruir um ecossistema inteiro, porque não tem inimigos naturais, o clima é muito favorável, é uma porção de diferentes razões. Como cidadão, se a pessoa é interessada em biodiversidade, pode fazer um pouco de atenção para ver se tem uma espécie que não deve estar no ecossistema e avisar as autoridades nacionais.”

Silva alerta as pessoas que quiserem trazer alguma espécie de fora do país, a declararem na alfândega e se certificarem que ela não irá trazer riscos ao ecossistema local.

“O que a gente tem de fazer é pensar um pouco mais em ecossistemas. E quando a gente destroi algo em biodiversidade, destroi uma espécie, afeta o ecossistema inteiro. Então por isso que tem mais mudança climática, doenças como malária etc.”

Invasão

De acordo com a ONU, o governo da África do Sul está gastando US$ 60 milhões por ano, o equivalente a pouco mais de R$ 120 milhões, numa tentativa de erradicar alguns tipos de plantas que estão invadindo fazendas, rios e pontos turísticos.

Ban Ki-moon disse que espécies invasoras são um dos fatores que podem atrapalhar na redução da pobreza, no desenvolvimento sustentável e em outros Objetivos do Milênio.

O Secretário-Geral pediu que governos, organizações e indivíduos aumentem os esforços para proteger a vida. Ele anunciou que em 2010, no Ano Internacional da Diversidade Biológica, novas estratégias serão criadas para preservar os ecossistemas do planeta.

*Com informação da Rádio ONU.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108856 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]