O Estresse nosso de cada dia

Antônio Alberto de Oliveira Peixoto.
Antônio Alberto de Oliveira Peixoto.
O Estresse nosso de cada dia.
O Estresse nosso de cada dia.

Segundo o escritor francês, Marcel Aymé, “a história da vida sempre acaba mal. Além da decadência física, o ser humano muitas vezes ainda tem que enfrentar o tormento de doenças graves, a exemplo do câncer, que podem não apenas fazer a vida acabar mal, como também acabar prematuramente”.

Atualmente vivemos em um mundo onde o estresse invadiu nosso dia-a-dia, tomou as rédeas de nossas vidas, nos conduzindo ao descalabro físico e mental, causando transtornos principalmente psicológicos, mesmo com todo avanço tecnológico que a medicina dispõe, transformando a nossa expectativa de vida, a cada dia, muito difícil de ser alcançada.

Aliados ao estresse estão os alimentos com excesso de gorduras, o açúcar, o sal além do consumo excessivo do álcool e do tabagismo, o que potencializa os perigos do surgimento das doenças circulatórias como o AVC – também conhecida como derrame cerebral – que é o maior causador de óbito no Brasil. Outro grande inimigo é o sedentarismo, que é considerado a “doença do século” e está associado ao comportamento habitual, resultado dos confortos da vida moderna.

Segundo dados estatísticos apresentados pelo Sistema de Informação de Mortalidade (SIM – Ministério da Saúde), esta preocupante situação está distribuída em nosso país segundo os seguintes percentuais: 33% no sudoeste, 32.9% no sul, 31.9% no nordeste, 31% no centro-oeste e 24.9% no norte. Na avaliação por região o câncer é a segunda causa mortis, tendo maior predominância no sul e sudeste, sendo o de próstata o de maior incidência sobre os homens.

Sobre Alberto Peixoto 488 Artigos
Antonio Alberto de Oliveira Peixoto, nasceu em Feira de Santana, em 3 de setembro de 1950, é Bacharel em Administração de Empresas pela UNIFACS, e funcionário público lotado na Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia, atua como articulista do Jornal Grande Bahia, escrevendo semanalmente, é escritor e tem entre as obras publicadas os livros de contos: 'Estórias que Deus Duvida', 'O Enterro da Sogra, 'Único Espermatozoide', 'Dasdores a Difícil Vida Fácil', participou da coletânea 'Bahia de Todos em Contos', Vol. III, através da editora Òmnira. Também atua incentivador da cultura nordestina, sendo conselheiro da Fundação Òmnira de Assistência Cultural e Comunitária, realizando atividades em favor de comunidades carentes de Salvador, Feira de Santana e Santo Antonio de Jesus. É Membro da Academia de Letras do Recôncavo (ALER), ocupando a cadeira de número 26. E-mail para contato: [email protected] Saiba mais sobre o autor visitando o endereço eletrônico http://www.albertopeixoto.com.br.