Mantega espera PIB positivo no segundo trimestre e crescimento de até 4% no ano

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Logomarca do Jornal Grande Bahia.
Logomarca do Jornal Grande Bahia.

O Produto Interno Bruto (PIB) do primeiro trimestre pode ser negativo, mas, para o ministro da Fazenda, Guido Mantega, já existem indicadores de crescimento positivo da economia. Segundo ele, é isso que interessa, e não “esse negócio de ficar discutindo passado”.

“Tem gente que fica dizendo que vai ter recessão técnica”, mas o que interessa é o que está ocorrendo agora no país, no mês de maio de 2009, disse o ministro. “Já estamos nos recuperando em todas as frentes.”

No entanto, ele admitiu que pode ter havido recessão técnica no país desde o fim do ano passado. Recessão técnica é a queda em relação ao trimestre anterior por dois trimestres consecutivos. “Provavelmente, houve recessão técnica. Ainda não temos um dado oficial e só poderemos sabê-lo no dia 9 de junho, quando sai o número oficial do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística [IBGE]”.

Mantega lembrou que o mês de junho marcará o final do segundo trimestre e questionou: “Se houve ou se não houve [recessão técnica], que importância tem?”. Para ele, os três primeiros meses deste ano foram fracos, assim como o último trimestre de 2008, mas o que importa é a dinâmica. “Não interessa a fotografia. Interessa o filme.”

De acordo com o ministro, a economia brasileira vai ter no segundo trimestre PIB positivo e, gradualmente, irá acelerando até o final do ano. Ele aposta que, nos três últimos meses deste ano, o Brasil terá crescimento de 3% a 4% do PIB e, no próximo ano, entre 4% e 5%. “Diante da crise internacional, é um bom desempenho”, destacou.

Para o ministro, a economia brasileira ultrapassou o pior período gerado pela crise externa e já “está acelerando”. Prova disso são os números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho (Caged) referentes ao mês de abril, divulgados hoje (18) em Brasília. Foram criadas mais de 106 mil vagas no mês passado. “As admissões superaram as demissões em 106 mil. Portanto, isso demonstra que as empresas estão novamente admitindo trabalhadores, o que é um bom sinal.”

O ministro da Fazenda participou da solenidade de abertura do 21º Fórum Nacional, promovido pelo Instituto Nacional de Altos Estudos na sede do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O encontro vai até quinta-feira (21)

*Com informação da Agência Brasil.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113655 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]