Inflação em Salvador registra taxa de 0,05% em abril

Logomarca do Jornal Grande Bahia.
Logomarca do Jornal Grande Bahia.

Em abril, a inflação foi de 0,05% na capital baiana, uma variação muito inferior a observada no mês de março, que foi de 0,30%, menor também que a taxa de abril de 2008, de 0,64%. Os dados são do Índice de Preços ao Consumidor (IPC), pesquisa realizada e analisada pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), autarquia da Seplan.

De acordo com o IPC/SEI, os produtos e serviços que mais colaboraram para o aumento da taxa foram: cigarros (19,41%), parte do reajuste da tarifa de energia elétrica residencial (2,70%), laranja pera (52,10%), gastos com empregados domésticos (2,69%), camisa, blusa e blusão femininos (4,55%), refeição à la carte (1,69%), batata inglesa (20,49%), açúcar cristal (3,79%), seguro voluntário de veículos (4,01%) e móveis para quarto (3,15%).

Os produtos e serviços cujos preços influenciaram na redução da inflação foram: gasolina (-4,12%), álcool combustível (-11,24%), excursão, não-escolar (-4,41%), cerveja (-2,80%), automóvel novo (-0,44%), arroz (-2,76%), feijão rajado (-4,43%), feijão mulatinho (-4,32%), banana-prata (-8,60%) e frango congelado (-2,26%).

Dos 375 produtos e serviços pesquisados mensalmente, 163 registraram alta nos preços, 84 não tiveram alterações e 128 decréscimos.
Considerando apenas os reajustes individuais, os produtos e serviços cujos preços mais aumentaram foram: laranja pera (52,10%), limão (41,32%), batata inglesa (20,49%), cigarros (19,41%), conjunto de panelas (11,95%), batata doce (10,80%), meia infantil (8,17%), tomate (8,10%), melancia (7,43%) e mamão (7,39%).

Cesta básica

A cesta básica reduziu novamente seu custo, passando de R$ 174,77 em março para R$ 173,42 no mês de abril, o que significa um decréscimo de 0,85%. De acordo com a pesquisa, houve uma queda de 7,82% na variação acumulada nos quatro primeiros meses de 2009.

A pesquisa revela que em abril o trabalhador comprometeu cerca de 37,29% do salário mínimo para adquirir a cesta básica, enquanto que em março ele gastou, aproximadamente, 37,58%.

Dos 12 produtos alimentares que fazem parte da cesta básica, sete tiveram decréscimos nos preços: banana-prata (-11,58%), feijão mulatinho (-4,32%), arroz (-2,76%), carne bovina cruz machado (-2,38%), óleo de soja (-1,85%), pão francês (-0,56%) e farinha de mandioca (-0,49%). Quatro elevaram seus valores: tomate (8,10%), açúcar cristal (3,79%), manteiga (0,96%) e leite pasteurizado (0,48%). Somente o café moído permaneceu estável.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 114901 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.