Excelência de atitude, do Ministro Joaquim

Logomarca do Jornal Grande Bahia.
Logomarca do Jornal Grande Bahia.

De verdadeira Excelência, a sua atitude, ministro Joaquim! Gostaria de lhe parabenizar pela ousadia, coragem e verdadeiro serviço público, ao futucar uma pauta tão polêmica e delicada como essa que o Sr acabou de levantar. Infelizmente, a Justiça brasileira tem deixado o povo muito mais indignado do que orgulhoso, confiante e esperançoso!

E o Sr reforçou essa tese em um momento tão nobre como o seu gesto, claramente determinado quando o sr disse que seu oponente “ tem comprometido a imagem do judiciário brasileiro”. Ele e mais um monte, um número sem fim, de “capangas”, expressão de forte  simbologia  do puxasaquismo autoritário e crimininoso que,  Infelizmente, cerceia a política e Justiça  num emaranhado rolo de negociatas e interesses escusos e distantes da verdadeira Justiça.

Difícil tem sido punir, porque mostrar, comprovar, levantar  as provas, nós, da imprensa, temos tentado fazer  e até conseguimos, como parte das pautas, das investigações (que deveriam estar sendo feitas pela PF, por exemplo).

Mas são tantas e tantas as peças desde quebracabeças que acabam sendo sufocadas por outras, que estão sempre a surgir, a cada novo momento, hora, dia, semana, mês.Ouvimos, como jornalista que somos, das mais diversas fontes do mundo, que a Justiça  tem favorecido, na maioria das vezes, e não é  só no Brasil, a quem já tem poder, a quem já tem recursos, e a quem mais abusa das próprias brechas da Justiça para se beneficiar ou se safar dos envolvimentos em inúmeras quadrilhas, cheias de capangas, das piores espécies, espalhadas mundo afora.

Olha ministro, vibrei de alegria  e jamais esquecerei sua expressão naquele momento ímpar onde o Sr disse, com muita apropriação: “respeite, ministro! Vossa Excelência não tem condições de dar lição de moral em ninguém!”.  Ave Maria,  me arrepie, chorei de emoção, em casa, sozinha, dei um pulo da cadeira, quase não acreditei mesmo.

Enfim, alguém!! Minha voz tremeu de orgulho  quando  ouvi de novo o sr, na sua delicadíssima posição,  por ímpeto, por indignação, por saturação de  engolição de sapo,  por estresse, por,  enfim qualquer dos diversos motivos que um dia leva  qualquer cidadão  a estourar, dizer assim: “Vossa Excelência não está nas ruas; está na mídia destruindo a credibilidade de nossa justiça!”,   me orgulhei mesmo de  estar ali, naquele momento, tendo um  representante da indignação do povo brasileiro e fui ao ápice quando ouvi e vi sua expressão, de novo, com toda a coragem que é sagrada a grandes homens, dizer:  :”respeite, ministro! Vossa Excelência não está falando com seus capangas do Mato Grosso!”.

Ali naquele momento, representando a indignação do povo brasileiro,   dando um basta, um chega pra lá, um olhe, páre, observe, preste atenção, derrubando a simbologia do ” vossa excelência teatral, em vão, hipócrita e tudo o mais que pode  definir padrões de comportamentos  ditos ” civilizados”,  mas que na verdade encobrem sujeiras nojentas e difíceis de limpar. Enfim, ministro Joaquim,  vibrei por sua coragem,

 Quase nem acreditei, e posso estar sendo ingênua, e não gostaria de estar, ao estar querendo engrossar a corrente de indignação contra a Injustiça da Justiça Brasileira em apoio à sua atitude.

Precisamos levar isso adiante, ministro! Seu  pontapé inicial merece gols à favor de uma Justiça transparente e corajosa  sinalizada naquele importante dia para o Brasil. O placar  negativo da Injustiça precisa ser mudado e esse é um momento espetacular para ir às ruas.  Estamos todos aqui, numa grande torcida, levando sua indignação, que é nossa, do povo brasileiro, adiante, bem adiante das diversas “vossas excelências” do STJ. Vossa excelência foi vc, ministro Joaquim,  com esse gesto que pode marcar  uma nova história na Justiça Brasileira.

Quem sabe os próximos 16 anos que o sr tem à frente de sua pasta não possa lhe render melhores frutos pessoais, históricos e verdadeiramente condizentes com a sua essencia, de homem corajoso, representante de um direito tão nobre como o é o da Justiça?

Pra mim foi uma tentação, um convite dar apoio imediato, pela  EXCELENCIA da sua atitude.. Que ela possa se multiplicar em nome da verdadeira, necessária e urgente Justiça, para quem realmente precisa, de fato e de Direito.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109863 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]