Família doa biblioteca de Chico Pinto à UEFS

Francisco José Pinto dos Santos (Chico Pinto).
Francisco José Pinto dos Santos (Chico Pinto).
Francisco José Pinto dos Santos (Chico Pinto).
Francisco José Pinto dos Santos (Chico Pinto).

Cerca de 3 mil volumes da biblioteca do ex-prefeito e ex-deputado federal Francisco Pinto, o Chico Pinto, foram doados pela família à Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) para consultas e pesquisas acadêmicas. A doação foi oficializada na tarde desta quarta-feira (08/04/2009) durante visita à Universidade feita pela viúva de Chico Pinto, Thaís Alencar Pinto. Ela foi recebida pelo vice-reitor Washington Almeida Moura e por professores, alunos e pesquisadores da História.

O acervo, que já se encontra na Uefs, passa por um processo de dedetização e limpeza em conformidade com os requisitos de conservação e preservação de documentos antigos. Agora, a Universidade, através da Reitoria, da direção da Biblioteca Central e do Laboratório de História e Memória da Esquerda e das Lutas Sociais (Labelu), analisa a melhor forma de disponibilização do acervo ao público.

As propostas são de criação de uma biblioteca específica ou de um memorial, ambos com o nome de Chico Pinto, conforme revela o professor Eurelino Coelho, do Departamento de Ciências Humanas e Filosofia da Uefs.

Para a viúva Thaís Pinto, “é importante que a Uefs cuide e disponibilize o acervo como fonte de pesquisa sobre um importante recorte da história de Feira de Santana e do Brasil”. Ela se refere ao período no qual Pinto e outras personalidades exerceram reconhecida resistência ao regime militar (1964-1985). A família estuda a possibilidade de doação, também, dos documentos pessoais de Chico Pinto.

Político inovador

Chico Pinto morreu no ano passado, em 19 de fevereiro. Na vida pública, teve cassados pelo regime militar os mandatos de prefeito de Feira de Santana (década de 1960) e de deputado federal (início da década de 1970), este por críticas ao ditador chileno Augusto Pinochet. O político baiano foi homenageado pela Uefs em setembro de 2007, com a realização do Seminário Chico Pinto – Democracia e Ditadura em Feira de Santana e no Brasil.

Considerado como um momento de estudo e reflexão histórica sobre Feira de Santana, a Bahia e o Brasil nos tempos da ditadura, o evento constituiu-se em ato pela memória do ex-parlamentar. “Não se pode esquecer que só a luta constrói a democracia; esta lição Chico Pinto nunca parou de ensinar”, salientou Eurelino Coelho, durante o evento.

Nos debates, Chico Pinto também foi classificado como prefeito inovador. Conforme Emiliano José, professor doutor da Faculdade de Comunicação da Ufba, Feira de Santana pode ter sido uma das primeiras cidades brasileiras a praticar a política de orçamento participativo, ainda na década de 1960, por iniciativa do então prefeito Francisco Pinto.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 105640 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]