Companheiro Dida no Banco do Brasil vai reduzir juros | Por Oldack Miranda

Pronto. Agora vai. O companheiro Dida, como Aldemir Bendine é carinhosamente chamado, já é presidente do Banco do Brasil. Sua missão é reduzir os juros e aumentar o volume de crédito. Vai precisar de muita ousadia e agressividade. Isso todo petista tem.

O “mercado” não gostou da mudança. As ações do Banco do Brasil caíram 8,15. Mas é óbvio que elas vão voltar a subir. O “mercado” anda desmoralizado desde que provocou a crise financeira mundial..

O presidente Lula não estava nada satisfeito com o ex-presidente do Banco do Brasil, que raciona como presidente de banco privado. A ministra Dilma Roussef já não agüentava mais pedir a redução dos juros. Banco público é banco de fomento não pode seguir a mesma lógica dos bancos privados.

O companheiro Dida na presidência do Banco do Brasil e os demais bancos públicos brasileiros vão trabalhar para derrubar os juros bancários através da concorrência. Até quando os bancos privados vão resistir?

Com o companheiro do PT no Banco do Brasil a coisa vai.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]