ACM Neto admite a possibilidade do DEM apoiar candidato do PMDB em 2010

Carlos Augusto, Antônio Carlos Magalhães Neto (ACM Neto) e Sérgio Jones.

Carlos Augusto, Antônio Carlos Magalhães Neto (ACM Neto) e Sérgio Jones.

Durante entrevista concedida, segunda – feira (27/04/2009), ao jornalgrandebahia.com.br  em seu gabinete político em Salvador, o deputado federal ACM Neto (DEM), abordou temas diversos sobre a real situação política no país e em especial sobre o cenário baiano. Cenário este, em que tece críticas contundentes a atuação da administração do governo petista Jaques Wagner. Principalmente no aspecto concernente a tomadas de decisões, que ele considera morosas, na implantação de programas sociais.  Também não economiza críticas ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do governo federal.

No último pleito eleitoral o deputado ACM Neto concorreu a uma vaga no executivo da capital baiana, tendo ficado como terceiro colocado, o que o colocou fora do páreo na corrida sucessória estadual. Diante desta realidade, ele direcionou o seu apoio político para o candidato peemedebista João Henrique. Apoio este que foi de fundamental importância para a vitória do mesmo.

Indagado sobre a possibilidade de firmar uma aliança política com o prefeito voltada para a sua candidatura a governo do Estado no próximo ano, Neto adiantou que  tem uma grande consideração por João Henrique, ao mesmo tempo em que defende um modelo político que deve ser exercido com diálogo, entendimento e postura. “Fizemos uma aliança no segundo turno que foi decisiva para a vitória do prefeito, a partir deste ponto estabelecemos uma relação mais próxima o que tem contribuído para reforçar as articulações pensando em 2010”.

O deputado foi firme ao dizer que o quadro político esta em fase de definição uma vez que, o prefeito dificilmente se manterá aliado ao governo de Jaques Wagner. “O próprio governo definiu João Henrique como seu adversário. Se vamos estar juntos em 2010, só o tempo poderá dizer”, vaticina Neto.

Com relação à disposição do Democratas estar disposto de abrir da prerrogativa  de indicar o ao governo do Estado um candidato de outra agremiação partidária que não seja a sua, o deputado adiantou que quando o partido se predispõe a realizar acordos, não pode  partir com imposições ou vetos. “A priori você deve trabalhar como todos os cenários disponíveis”.

Contudo, Neto faz uma ressalva: “o candidato que considero mais competitivo e que é da minha preferência é Paulo Souto, mas infelizmente não posso dizer que só será ele, esta tomada de posição impossibilitaria o partido de realizar uma costura política mais ampla que está programada para acontecer no próximo mês. Mesmo diante destes desafios vou continuar trabalhando  para que o nosso candidato seja   Souto ”, conclui o parlamentar baiano.

 + Sobre a entrevista

Ao longo desta semana estaremos publicando os demais temas abordados durante a entrevista de 36 minutos realizada com o deputado ACM Neto, na sede do escritório do senador ACM Junior. Ao final será postado o áudio contendo a integra da entrevista

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).