Prefeito de Salvador deve explicação à comunidade da Vila Brandão | Por Oldack Miranda

Oldack Miranda fez parte da resistência democrática e foi preso e torturado por prepostos da ditadura militar.
Oldack Miranda fez parte da resistência democrática e foi preso e torturado por prepostos da ditadura militar.

A Tribuna da Bahia online está de cara nova. Bem melhor que a anterior. Na edição de hoje (24/03/2009) a manchete de primeira página é forte: “Wagner comemora a pesquisa. Lula anuncia mais 2 bi para a Bahia”. Manchete verdadeira. O sistema de acesso rápido da Tribuna da Bahia online funciona. Cliquei coluna do jornalista Jolivaldo Freitas e apareceu: “Vila Brandão, Lula e Wagner”.

Na salada geral do artigo, Jolivaldo Freitas cobrou:

“O povo da Vila Brandão, ilhado entre o Iate Clube e a Igreja da Vitória está com as mãos na cabeça. Espera que alguém da prefeitura vá explicar direitinho o negócio da desapropriação. Até os polvos, lagostas e caramurus se esconderam com medo de desapropriarem suas locas”.

Também acho que o prefeito João Henrique (PMDB) está devendo uma explicação à comunidade da Vila Brandão.

Leia texto abaixo
Terrorismo midiático contra a Vila Brandão

# posted by Oldack Miranda @ 11:49 AM 0 comments

Terrorismo midiático contra a Vila Brandão
O prefeito João Henrique (PMDB) é o culpado. De surpresa, sem debates na Câmara Municipal, anunciou a desapropriação do terreno da encosta da Ladeira da Barra. Em princípio, uma medida boa porque bota um freio na especulação imobiliária. Predadores da construção civil não se envergonham em anunciar torres na encosta.

O noticiário sobre o assunto ficou confuso. Samuel Celestino, em sua prestigiada coluna no jornal A Tarde, aderiu logo à proposta de desapropriação, afirmando que na Vila Brandão só tem francês.

Sexta-feira, 20, o jornal Correio sapecou a manchete: “Vila Brandão deve sumir”. Ora, a Vila Brandão tem 60 anos, e lá estão edificadas 200 casas, cerca de 350 famílias, mais de mil pessoas. No sábado, 21, o Correio voltou a noticiar: “Destino da Vila Brandão ainda está indefinido”.

Domingo, 22, o jornal A Tarde deu a manchete: “Vila Brandão aguarda decisão”. Na edição de sábado, 21, a Tribuna da Bahia manchetou: “Vila Brandão será reurbanizada pela prefeitura”. Já na edição de segunda-feira, 23, completou: “Largo da Vitória terá praça pública, mirante e vila urbanizada”. Aí entendi tudo. Por trás da lei de desapropriação do prefeito João Henrique (PMDB), que decepção, estão as empresas MRM e Frank Empreendimentos, que apresentam um projeto completo de reurbanização do Largo da Graça, inclusive no espaço onde se erguia a Mansão Wildberger, demolida em 2006.

Fui lá na Vila Brandão no domingo, 22. Obviamente lá não tem só “francês”. A Tribuna da Bahia entrevistou D. Raimunda está lá há 30 anos, e também D. Bernadete que lá mora há 25 anos. O jornal Correio entrevistou Alda Oliveira, 35 anos, que nasceu e mora lá até hoje.

Uma delas até já pregava: “Comunidade unida jamais será vencida”. No geral, achei a população tranqüila. Eles não acreditam em jornal e não escondem a decepção com o prefeito.

*Por Oldack de Miranda é jornalista, escritor (foi co-autor do livro biográfico Lamarca, Capitão da Guerrilha), é Assessor de Comunicação e Ouvidor Especializado do DESENBAHIA – Agência de Fomento do Estado da Bahia S.A.

 

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 106703 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]