O braço curto da verdade | Por Carlos Lima

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Logomarca do Jornal Grande Bahia.
Logomarca do Jornal Grande Bahia.

Na prática democrática não existe lugar para perseguições, principalmente por opiniões contraditórias aos que exercem momentaneamente o poder.

Atualmente em nosso município se observa sinais inquietantes de que determinadas forças secundárias do executivo municipal pretendem desencadear a conhecida e famigerada “caça as bruxas”.

A bancada de apoio ao governo na câmara municipal demonstra insatisfação com o tratamento que está sendo ofertado pelos secretários, inclusive, o vereador Ribeiro, na manhã de ontem (24/03/2009) solicitou ao líder do governo na Casa da Cidadania, que agendasse uma reunião urgente, urgentíssima, da bancada do governo com o prefeito Tarcízio Pimenta.

Segundo o vereador Ribeiro, até para aprovar um requerimento, a bancada do governo com 17 vereadores, tem tido dificuldades.

Não podemos afirmar. Mas, não sei quem, nem por que, estão procurando desarmonizar, ou até mesmo, desestabilizar a administração municipal. Estão utilizando todos os métodos de intimidação, que vai da ameaça indireta ao camuflado porta-voz – falando sobre o longo braço do poder. A estupefação está justamente nos perseguidos. Aliados de longo passado e de passado recente.

É preciso sabedoria e bom senso, mesmo porque, todos aqueles que sempre dizem amém não são dignos de confiança.

O bloco do amém deseja silenciar a voz daqueles que não concordam com os erros, com a corrupção, com as injustiças e os equívocos da administração. Aqueles que não fazem parte do bloco do amém, não são bajuladores, sabem sim, contribuir de forma real e objetiva, sempre visando ampliar a oferta de condições para melhoria de qualidade de vida da população. Esses não possuem o braço longo do poder, mas têm o braço curto da verdade.

Será que o direito de liberdade, de expressão e de opinião está sob fogo inimigo. São direitos que, por mais irreal que pareça, continuam sofrendo as mesmas ameaças do período do militarismo, do autoritarismo, do fascismo e dos ditadores.

A ampliação dos índices de popularidade não se conquista com esse comportamento. Não existe nenhuma pretensão de se criar uma situação beligerante, a diplomacia é a melhor das armas, ninguém sai ferido, mas, se preciso for, como diz nosso hino; “um braço forte” sempre há de existir.

É cada vez mais importante saber resistir. Principalmente quando querem menosprezar o trabalho de profissionais e de determinados órgãos da imprensa de Feira de Santana.

A Liberdade, a Democracia, não é propriedade de nenhuma autoridade eletiva e de nenhum partido político. Nós, profissionais de comunicação, e cidadãos devemos ter a coragem para resistir aos aprendizes de ditadores, que infelizmente não se preocupam com os meios que devem utilizar para se manter no poder.

Por isso sou obrigado a dizer: seja ele quem for, tenha ele o cargo que tiver, tenha o Poder que tiver. Estaremos sempre forjados para uma resistência democrática, sem receio e sem medo. Eles podem dispor de armamento pesado, entretanto, vinte dois também perfura.

Se tivermos medo eles nos oprimem e terminam enganando o povo e conseguindo o que querem. É aquela de amedrontar para reinar.
Estamos aqui para tentar garantir os direitos de liberdade, garantir o direito de livre expressão, e isso, é um dever de todo profissional de comunicação.

Lutar pela cidadania, pela liberdade, pela dignidade, pelo bem estar do nosso Povo, pelo futuro dos nossos filhos é um imperativo categórico, ao que nenhum de nós deve voltar às costas.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113912 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]