O Trem Fantasma

Antonio Alberto de Oliveira PeixotoAntonio Alberto de Oliveira Peixoto

O IAF – também conhecido como Instituto dos Auditores Fiscais, dirigido por órfãos do antigo governo – acostumados às práticas do regime autoritário e escravagista que sempre foi à tônica do CARLISMO, edificado sobre manobras, esquemas e perseguições, pretende a todo custo enfraquecer a SEFAZ – Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia – com um comportamento ridículo e ultrapassado – coisa do tempo do coronelismo – tenta manipular a opinião pública, procurando passar para a sociedade a falsa idéia de que existe um trem da alegria em andamento, onde o Governo pretende transformar os Agentes de Tributos Estaduais em Auditores Fiscais.

Na realidade, o que podemos dizer que existe é um trem fantasma transportando os componentes deste famigerado Instituto que não se acostumou com a idéia de que, atualmente, eles têm que trabalhar. Outrora, quando ocupavam cargos de chefia e percebendo salários de verdadeiros “Marajás” – perderam o poder mediante a queda dos seus antigos “senhores” nas urnas – fizeram o que bem quiseram. Esses antigos Marajás são dependentes do poder e de algo que sustente a sua empáfia e arrogância, mantendo acesa a sua fogueira das vaidades.

É necessário esclarecer à sociedade de que ao longo de todo regime Carlista, os ATE`s sempre foram massacrados, humilhados, espezinhados, perseguidos por estes senhores que hoje vêm, perante a opinião pública, se fazer de vítimas. É fundamental dizer que os ATE`s, em parceria com os Auditores de bom senso E QUE TRABALHAM, sempre foram o esteio da SEFAZ. Esperamos que a justiça seja feita; que a razão prevaleça; que a verdade seja vitoriosa sobre a má fé e que nesta reta final o Governo Wagner se esforce, ainda mais, para que o projeto referente a esta matéria seja votado e, assim, solucionado este impasse.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Alberto Peixoto
Antonio Alberto de Oliveira Peixoto, nasceu em Feira de Santana, em 3 de setembro de 1950, é Bacharel em Administração de Empresas pela UNIFACS, e funcionário público lotado na Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia, atua como articulista do Jornal Grande Bahia, escrevendo semanalmente, é escritor e tem entre as obras publicadas os livros de contos: 'Estórias que Deus Duvida', 'O Enterro da Sogra, 'Único Espermatozoide', 'Dasdores a Difícil Vida Fácil', participou da coletânea 'Bahia de Todos em Contos', Vol. III, através da editora Òmnira. Também atua incentivador da cultura nordestina, sendo conselheiro da Fundação Òmnira de Assistência Cultural e Comunitária, realizando atividades em favor de comunidades carentes de Salvador, Feira de Santana e Santo Antonio de Jesus. É Membro da Academia de Letras do Recôncavo (ALER), ocupando a cadeira de número 26. E-mail para contato: [email protected] Saiba mais sobre o autor visitando o endereço eletrônico http://www.albertopeixoto.com.br.