Dismel inaugura 1ª loja em Feira de Santana

Logomarca do Jornal Grande Bahia.Logomarca do Jornal Grande Bahia.

Desde o dia 8 de janeiro, a cidade de Feira de Santana conta com uma nova opção em materiais de construção. A rede Dismel, a maior da Bahia no setor, inaugurou sua primeira loja na cidade e a segunda no interior do estado, com um investimento de 4 milhões de reais. Além de ampliar as alternativas de consumo, com uma loja de 2.100 m² e 20 mil itens disponíveis para compra, a Dismel chega na cidade trazendo mais de 70 postos de trabalho direto e cerca de 30 indiretos. A inauguração da filial contribuirá também com o aquecimento da economia local, que já é bastante desenvolvida. Dentre os postos preenchidos figuram profissionais de vendas, segurança, administração, marketing, ajudantes de operação e outros. “Os profissionais selecionados fazem parte da população de Feira de Santana, mas foram a Salvador para serem treinados nas atuais lojas da rede”, explica Ana Maria Garcia, gerente de Recursos Humanos da Dismel, que já possui duas unidades na capital baiana, uma no município de Lauro de Freitas, uma em Juazeiro e, no próximo dia 15, uma unidade em Vitória da Conquista. Segundo Ana Maria, o treinamento nas lojas de Salvador é importante para que os funcionários apreendam a filosofia da empresa.

A inauguração faz parte de um plano de expansão para o interior baiano que contempla, além de Feira de Santana, as cidades de Vitória da Conquista e Juazeiro. “A Dismel é uma rede de material de construção e decoração com mais de 46 anos no mercado de Salvador. Agora, queremos ocupar novos espaços no Estado e oferecer nossos produtos de qualidade para um número cada vez maior de pessoas”, explica Lorena Fraga, diretora de planejamento da empresa. Feira foi escolhida por se tratar de um mercado estratégico: a cidade é a segunda maior do estado em população, é próxima de Salvador e tem uma economia desenvolvida e diversificada. A região de Feira de Santana é hoje o mais importante centro comercial e industrial do interior da Bahia, e o setor varejista é um dos mais expressivos.

De acordo com Cláudio Sampaio, diretor de expansão da Dismel, o mercado interiorano vem se destacando em relação às regiões metropolitanas, um diferencial que tem feito as empresas olharem mais para essas localidades. “Nos últimos anos, o país cresceu como um todo, porém, o mercado do interior se desenvolveu significantemente e de uma forma mais madura do que as capitais. Analisamos o poder de compra da população local e o potencial de mercado dessas regiões”, explica Sampaio. Segundo o executivo, Feira de Santana é uma cidade de grande importância: “Feira é um mercado potencial muito grande e relevante, que não poderia ficar de fora do nosso plano de expansão”, completa.

A perspectiva é de que, com a inauguração das 3 lojas, haja um acréscimo de até 50% tanto no faturamento como na área de vendas da empresa, sendo que a cidade de Feira de Santana corresponde a 20% desse percentual. A expansão da Dismel para o interior baiano demandou um investimento de cerca de 10 milhões de reais. A unidade de Juazeiro, que teve investimento de R$ 3 milhões, foi inaugurada em novembro. Carlos Lacerda, diretor de vendas e marketing da rede, afirma que os resultados da unidade foram surpreendentes: “O desempenho da nova loja superou nossas expectativas, obtendo um faturamento em dezembro 50% maior do que o previsto”, comemora. A Dismel teve apoio de diversas instituições financeiras para a abertura das novas lojas. “Uma parcela do investimento foi de recurso próprio, mas o apoio das instituições foi fundamental”, afirma Osmar Araújo, diretor financeiro da Dismel.

Um das estratégias para ampliar a atuação da empresa nesses novos mercados é diversificar o público consumidor. Além das classes A e B, as novas lojas também vão apostar em produtos direcionados a um público novo para a empresa, a ascendente classe C. Tal parcela da população brasileira cresceu consideravelmente nos últimos dois anos e hoje movimenta um mercado de mais de R$400 bilhões. “Continuaremos oferecendo produtos voltados às classes A e B, que tradicionalmente é o público da Dismel, mas também teremos nas gôndolas similares com preços mais acessíveis”, explica Luciano Araújo, presidente do Grupo Dismel.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]