Carta dirigida ao senador César Borges | Por Antonio Calado

O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.

Ao Excelentíssimo Senhor
Dr. César Borges
Mui digno Senador da República do Brasil

Excelência

Muito embora Vossa Excelência não me conheça, tenho sido sempre seu eleitor fiel aqui em Salvador, capital deste Estado da Bahia, tal como, aliás, meus familiares mais próximos.

Tal fato, além de Vossa Excelência no Congresso representar os meus pensamento e vontade, me credencia, quero crer, a poder a si me dirigir para lhe solicitar que me explique, por favor, o que, em princípio, a mim parece uma proposta aberrante e absurda, qual seja essa de sua autoria que pretende aumentar em alguns milhares, o número de vereadores em diversas câmaras deste país.

Vossa Excelência, antes de ser senador, é um cidadão da República e não desconhece a profunda ojeriza que o povo, de modo geral, devota à classe política, considerando- a um aglomerado de indivíduos, dos quais, 99% deseja apenas “se dar bem”, sem dar a menor atenção às carências de quem de boa-fé os elegeu e preocupando- se apenas com o seu próprio e particular bem-estar.

Então, depreendo que se Vossa Excelência está remando contra a maré da vontade do povo, deve ter algum motivo forte, mesmo porque, evidentemente, considero que Vossa Excelência faz parte do 1% supracitado, o que confirma a regra. (ou eu não seria seu eleitor)

Vossa Excelência sabe que foi o Judiciário quem colocou alguma ordem nesse caos quando determinou a diminuição do número de vereadores nas câmaras. Sabe também que o povo, de modo geral, viu nessa atitude da Corte, “uma lança em África” porque finalmente se produziu uma novidade decente e boa para o país, e que fez renascer em todos a esperança de quem nem tudo estava perdido e que, quem sabe, poderia a Suprema Corte seguir usando sua tesoura de podar os galhos podres da árvore para diminuir também o número de deputados – estaduais e federais – bem como de senadores.

Vem agora Vossa Excelência posicionar-se contra a iniciativa do Judiciário e portanto contra a vontade do mesmo povo que afirma representar e mais uma vez tenho de acreditar que tem de ter um motivo claro e justo para tanto.

Vossa Excelência bem sabe que o maior problema dos políticos ( além das fortunas que ganham sob quantas rubricas se fizer necessário criar ) é o tráfico de influência de que usam e abusam, pernicioso e venal sistema pelo qual verbas públicas são desviadas de modo sempre muito difícil de descobrir donde é fácil concluir que quantos mais políticos houver, mais desvios haverá.

Considerando que Vossa Excelência não se inclui naqueles famigerados 99% e ainda assim está sendo capaz de defender semelhante anomalia, novamente concluo que deverá ter motivos para tanto, embora eu, na minha infinita ignorância, não consiga atinar ou intuir quais sejam.

Confesso a Vossa Excelência que, quanto a mim – e a praticamente todos com quem sobre este assunto tenho conversado – tal idéia é um desatino, um desvario, enfim, um dislate sem tamanho.

Sei no entanto que Vossa Excelência é um homem extremamente bem preparado, e quero crer que me dará ( e aos demais ) uma resposta – como diria um poeta desta terra – com régua e compasso, mas desde já lhe digo que, com certeza absoluta ( 100% de certeza ) o projeto de Vossa Excelência não me representa de modo algum, nem em maneira de pensar nem em vontade de fazer. Ele é apenas e totalmente de Vossa Excelência e dessa enorme parcela de políticos que está fora, na suplência, a querer entrar, para poder, também eles, “encher as burras” enquanto é tempo.

Certo de que entenderá meu descontentamento, quero aproveitar para deixar claro a Vossa Excelência que enquanto não receber uma resposta sua que me satisfaça, esse projeto de criar mais vereadores, o que equivale a dizer em 99% dos casos, mais sanguessugas para os cofres públicos, me contraria, incomoda, aborrece, desgosta, mas principalmente, penso eu, diz muito mal de seu autor e de mais quem o defenda.

Respeitosamente

Antonio Calado
Seu eleitor fiel
(…ao menos até agora.)

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]