A Faixa de Gaza é Aqui!!!

Antônio Alberto de Oliveira Peixoto.Antônio Alberto de Oliveira Peixoto.

Infelizmente os Funcionários da SEFAZ estão vivendo um clima de “Faixa de Gaza”. Tive a oportunidade de conhecer o desabafo desesperado do Agente de Tributos Estaduais, Tabajara Augusto, Coordenador de Atendimento da Inspetoria Fazendária de Valença. Conheça o que escreveu o amigo Tabajara, na íntegra.

Senhor Inspetor,

Já tenho vinte e um anos de trabalho na SEFAZ, os quais, posso afirmar, que durante todo esse período exercendo o meu trabalho com muita honra e dignidade tenho orgulho de dizer que trabalho na Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia. Contudo, há um ano com as propostas de mudanças (dentre elas a constituição de Crédito Tributário pelo ATE – Agente de Tributos Estaduais) encaminhadas pelo Secretário Carlos Martins à ALBA, vem sendo questionado pelo IAF – Instituto dos Auditores Fiscais – quanto a sua legitimidade. Até aí, tudo bem, pois na democracia todos têm o direito de defender os seus interesses, tanto os Auditores, como os Agentes de Tributos, como o Estado.

O projeto que tem sido motivo de discussões e agressões injustificáveis aos ATE´S pelo IAF, foi encaminhado para a ALBA com parecer favorável da Procuradoria Geral do Estado. O Instituto dos Auditores Fiscais, com “nobres” conhecedores do direito em seu quadro, sem qualquer embasamento jurídico, até o momento, para contrapor ao projeto, mente para a sociedade, investe contra os ATE´S de maneira odiosa e preconceituosa, expõem nossos salários, distribuem panfletos, nos inferiorizando em relação às outras classes de trabalhadores, ferem a nossa dignidade, a nossa honra, a nossa família.

Apesar dos serviços que prestamos ao Estado, conjuntamente com os Auditores, durante longos anos, noites perdidas, festas e almoços compartilhados, metas alcançadas, prêmios, etc…ACORDEI E NO JOGO DO GANHA E PERDE DA VIDA, SÓ TENHO UMA CERTEZA: A Democracia e a Justiça podem fazer os cegos enxergarem novos horizontes. Já o ódio e o preconceito só fazem aumentar a ferida.

Precisamos de mais respeito!

Tabajara Augusto da Silva

Aproveito a oportunidade para lançar o seguinte questionamento: Quais são os verdadeiros culpados desta situação infeliz? O IAF, o SINDSEFAZ, o Governo Wagner, o Secretário da Fazenda ou quem sabe, a nossa complacência? Quem viver, verá.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Alberto Peixoto
Antonio Alberto de Oliveira Peixoto, nasceu em Feira de Santana, em 3 de setembro de 1950, é Bacharel em Administração de Empresas pela UNIFACS, e funcionário público lotado na Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia, atua como articulista do Jornal Grande Bahia, escrevendo semanalmente, é escritor e tem entre as obras publicadas os livros de contos: 'Estórias que Deus Duvida', 'O Enterro da Sogra, 'Único Espermatozoide', 'Dasdores a Difícil Vida Fácil', participou da coletânea 'Bahia de Todos em Contos', Vol. III, através da editora Òmnira. Também atua incentivador da cultura nordestina, sendo conselheiro da Fundação Òmnira de Assistência Cultural e Comunitária, realizando atividades em favor de comunidades carentes de Salvador, Feira de Santana e Santo Antonio de Jesus. É Membro da Academia de Letras do Recôncavo (ALER), ocupando a cadeira de número 26. E-mail para contato: [email protected] Saiba mais sobre o autor visitando o endereço eletrônico http://www.albertopeixoto.com.br.