Violeiros da região sisaleira da Bahia festejaram 20 anos de cantoria | Por Clodoaldo Paixão

O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.

Serrinha-Ba – Em comemoração aos 20 anos de cultura popular de repente de viola, a Associação dos Trovadores de Serrinha (Astroveres) realizou ontem (15/11/2008), no espaço cultural Bar do Zebra, na Comunidade de Subaé, município de Serrinha, o XX Festival de Violeiros de Serrinha.

Com início às 21h e término às 24h, o festival – que durou até o dia amanhecer – teve como objetivo principal reunir os principais artistas populares da cantoria de viola da região sisaleira para homenagear os cantadores e festejar as duas décadas do trabalho de divulgação e valorização da arte. Segundo o organizador do evento, presidente da Astroveres e repentista Miguel Firmo de Oliveira, o festival atendeu as suas esperanças, porque “contou com uma grande participação das pessoas da comunidade e das cidades vizinhas, lotando o espaço com a presença de mais de 200 cidadãos”, destacou.

A abertura do festival contou com a apresentação da dupla de artistas da terra, Bráulio Pinto e Bigode, cantando algumas modas. Logo em seguida, houve a apresentação das modalidades (sextilha, motes de sete e dez sílabas, desafio e gênero – versos sobre as cartas sorteadas) que seriam avaliadas, além das duplas que foram inscritas representando e defendendo os vários municípios da região.

Os artistas versaram sobre a morte, as modalidades esportivas, o zoológico, o amor materno, a violência, entre outras temáticas. Mas foi, no entanto, na hora do desafio de violas que o público presente pôde espantar o grande frio que fazia naquela noite, gritando e aplaudindo bastante o desempenho dos cantadores.

Foram classificados e levaram troféus Miguelzinho e Antônio Queiroz (Serrinha), 1º lugar; Paraíba da viola e Davi Ferreira (Ichu), 2º lugar; Antônio Maracujá e Naldinho (Riachão do Jacuípe), 3º lugar; Flávio Ferreira e Beija-flor (Araci), 4º lugar; e Lavandeira e Ivan do Riachão (Valente), 5º lugar.

Apesar da falta de apoio dos poderes públicos locais, o festival contou com vários patrocínios de pessoas (amantes da cultura do repente) e pequenos comerciantes locais. O festival contou ainda com o apoio da Ordem Brasileira dos Poetas da Literatura de Cordel. Presente ao evento, Maria Madalena (Leninha), vereadora recém eleita na cidade Valente, falou da grandiosidade do evento e destacou “a necessidade que os novos gestores públicos da região desenvolvam políticas públicas de resgate, incentivo e apoio às culturas populares, já que a cantoria de viola é apenas uma das tantas manifestações culturais exigentes”, assinalou. Também se fez presente ao evento o prefeito (PT) eleito de Serrinha, Osni. “A participação, pela primeira vez em 20 anos, de um prefeito no festival dos violeiros, já representa um bom sinal para a cultura popular”, disse o coordenador.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]