Planta de exploração de biogás no Aterro vai ser inaugurada nesta quinta-feira

O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.

A unidade de exploração do biogás produzido no Aterro Sanitário de Feira de Santana vai ser inaugurada na próxima quinta-feira (06/11/2008). Os modernos equipamentos de captação do produto foram importados dos Estados Unidos. O sistema terá dupla finalidade. A primeira, queimar o gás carbônico e o metano produzido no aterro. A segunda, mais adiante, a produção de energia elétrica. O prefeito vai estar presente ao evento, marcado para as 09 horas.

“Ambos os gases contribuem diretamente para o efeito estufa. Esta é mais uma contribuição do município de Feira de Santana para com o meio ambiente”, afirma o prefeito. A unidade será a primeira do interior baiano – e uma das primeiras do interior nordestino, a entrar em funcionamento. “O projeto obedece as mais modernas técnicas de preservação ambiental”. O metano é produzido pela decomposição da matéria orgânica biodegradável.

A queima do gás – formado basicamente por metano (55%) e gás carbônico (30%), entre outros gases de menor participação nesta cadeia – gera a moeda ambiental conhecida como crédito de carbono, de grande valor no mercado internacional. Transforma o metano em gás carbônico – que é potencialmente 21 vezes menos prejudicial à natureza do que o metano, e vapor de água.

O projeto obedece o que estabelece o Protocolo de Quito e foi licenciado pelo Instituto do Meio Ambiente e aprovado pelo Ministério da Ciência e Tecnologia, através da Comissão de Mudança Global do Clima e ratificado pelo Conselho Executivo do Mecanismo do Desenvolvimento Limpo da Convenção Quadro da ONU sobre as Mudanças Climáticas.

O equipamento está sendo montado pela Qualix, empresa que faz a coleta e dá a destinação adequada aos resíduos domiciliares no município, e a MAG International, empresa dos Estados Unidos, especializada em crédito carbono. Foi projetado para queimar 1,9 metro cúbico de metano por hora. Mas, para início das atividades, vai queimar entre 600 e 800 por hora. A capacidade máxima está prevista para ser alcançada em quatro anos.

Para o prefeito, as iniciativas mais recentes no aterro são corretas, tanto do ponto de vista ambiental como no tocante à gestão de resíduos sólidos urbanos. Cita a construção do espaço para a destinação correta do chorume, líquido altamente tóxico que é produzido pela decomposição de matéria orgânica. A água, resultado desta operação, vai ser usada em serviços gerais. Uma autoclave estereliza o lixo hospitalar, antes de o mesmo ter a destinação correta.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]