Governo pede participação da sociedade no Dia Nacional de Combate à Dengue

O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.

Brasília – A realização de atos públicos em todo o país marca hoje o Dia Nacional de Combate à Dengue. Além do anúncio de investimentos e planos para evitar a transmissão da doença, há uma preocupação das autoridades em chamar atenção da sociedade quanto à necessidade de uma postura pró-ativa no trabalho de prevenção.

“Agora, com a chegada da temporada das chuvas, é o momento em que a gente precisa mais do que nunca intensificar o alerta para que toda a sociedade se mobilize, a juventude e os órgãos de classe, a enfrentar essa ameaça terrível. Queremos que as crianças e cada cidadão sejam multiplicadores desse enfrentamento”, ressaltou o secretário de Saúde do Distrito Federal, Augusto Carvalho, durante mobilização contra a Dengue no Parque da Cidade, em Brasília. Na ação, foram montadas tendas para a prestar informações aos cidadãos sobre a doença e crianças de um grupo de escoteiros distrbuíram panfletos explicativos.

Esta semana, ao anunciar nova avaliação nacional das informações sobre infestação por larvas do Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, informou que as Forças Armadas dispõem de 2,2 mil homens que serão capacitados para entrar no combate à dengue, caso seja necessário. Os militares serão treinados para inspecionar locais com risco de proliferação das larvas do mosquito, além de orientar a população.

Cinco cidades estão em situação de risco de surto, de acordo com ministério: Epitaciolândia (AC), Várzea Grande (MT), Mossoró (RN), Itabuna (BA) e Camaçari (BA). Entre as capitais, 14 estão em estado de alerta, incluindo Rio de Janeiro (RJ), Vitória (ES), Salvador (BA), São Luis (MA), Recife (PE), Natal (RN) e Goiânia (GO).

No Distrito Federal, uma das estratégias para fortalecer o combate aos focos de proliferação do mosquito é a qualificação de 800 agentes do programa Saúde da Família. Também foram entregues 29 novos veículos para serem utilizados pelas equipes responsáveis pelas vistorias nas residências. As regiões mais vulneráveis, segundo o secretário, são aquelas que passaram por processo de urbanização desordenado, onde a vegetação originária foi devastada. “Isso deixa o mosquito em condições de se proliferar de maneira descontrolada em cidades como a Estrutural e Itapoã”, explicou.

A subsecretária de Vigilância à Saúde do DF, Disney Antezana, preparou um plano estratégico de combate à dengue. entregue ao governador José Roberto Arruda. “O plano de contingência é para o enfrentamento de uma possível epidemia. Esperamos não usar, mas deve ser feito para, se houver necessidade, saber de imediato o que fazer. Essa agilidade permitiria controlar a transmissão.”

Ela informou que os levantamentos técnicos da secretaria indicam que os principais focos de proliferação do mosquito ainda são os pratinhos dos vasos de plantas, que precisam ser retirados pelos moradores. O número de notificações com suspeita de dengue no Distrito Federal em 2008 foi 51,3% maior do que o registrado entre janeiro e novembro de 2007. Entretanto os casos confirmados caíram de 671 no ano passado para 544 este ano, com redução de 18,9%. A transmissão da doença no DF também caiu de 356 casos em 2007 para 258 em 2008. Nas demais ocorrências, as pessoas contraíram em visitas a outros estados.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]