Governo autoriza perfuração de poços na zona rural de Feira

O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.

A seca castiga a região de Feira de Santana. A falta d’água é sentida em todos os oito distritos que compõem o município. Devido a essa situação o Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR), através da presidente Conceição Borges, busca alternativas para combater a estiagem, que levou a uma perda de 60 por cento da safra de milho e feijão.

Borges solicitou a perfuração de vários poços artesianos em localidades da zona rural feirense. O deputado Zé Neto fez pleitos junto à Companhia de Engenharia Rural da Bahia (CERB) para que as reivindicações fossem atendidas. “Conheço bem a realidade da zona rural feirense e a seca de fato castiga a população, arrasando plantações e criando dificuldade até mesmo para captação de água para consumo humano. A perfuração desses poços é uma medida importante para amenizar o sofrimento dessas pessoas”, destaca o deputado Zé Neto.

Dentre as localidades beneficiadas, estão: Água Grande, Canteiro/Rosário e Tanquinho que já estão com poço perfurado; Alecrim Miúdo, Vila Santa Inês, Matinha já estão sendo abastecidas pela Embasa; além de Boa União e Camachono onde os poços estão sendo locados; mais Campestre e Vitória onde já foi autorizada a perfuração de poços; e Pau Comprido e São Roque onde haverá locação de poços.

Além de fazer gestões junto à Cerb para perfurar os poços, o deputado Zé Neto intermediou reunião entre representantes do Sindicato, da Embasa, Cerb, Car (Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional) – órgãos responsáveis pela distribuição de água – e a Cordec (Coordenação de Defesa Civil do Estado da Bahia). O objetivo é buscar junto ao Governo do Estado a homologação de documento encaminhado pela Prefeitura, onde é decretado estado de emergência no município, devido à seca.

Com o reconhecimento do estado de emergência, o homem do campo que sofre prejuízos poderá discutir junto aos bancos linhas de crédito para enfrentar o momento difícil. Além disso, a contratação de carros-pipa, escavação de poço artesiano e construção de cisternas podem ser feitas sem licitação, par agilizar o combate à seca.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]