Consultores da Fundação Bill Gates conhecem pesquisas com mandioca na Bahia

O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.

Nos dias 04 e 05 de setembro de 2008, três consultores contratados pela Fundação Bill e Melinda Gates conhecem as pesquisas e as tecnologias para o desenvolvimento da cultura da mandioca geradas na Embrapa Mandioca e Fruticultura Tropical, em Cruz das Almas (BA).

A fundação pretende criar um fundo na África para aumentar a produtividade e elevar o valor nutricional da mandioca, segunda maior fonte de energia na dieta dos africanos, e assim, ajudar a amenizar os efeitos da pobreza na África e Índia. As estratégias de pesquisa e desenvolvimento da cultura no Brasil e no exterior estão na pauta da visita à Unidade da Embrapa na Bahia, que inclui palestras e visitas a campos experimentais.

A Fundação Bill e Melinda Gates apóia o projeto “Melhoramento de mandioca para biofortificação e para a indústria de farinha e fécula”, que busca encontrar variedades naturalmente mais ricas em pró-vitamina A, ferro e zinco e é liderado pela pesquisadora Wania Fukuda, da Embrapa Mandioca e Fruticultura Tropical.

Biofortificação

A elevação do teor de betacaroteno (precursor da vitamina A) é um dos resultados mais significativos do projeto. Raízes de mandioca naturalmente mais ricas poderiam colaborar para reduzir a chamada fome oculta, ou seja, a alimentação pobre em nutrientes, nas regiões que o aipim (macaxeira) é plantado.

As primeiras variedades com betacaroteno nas raízes, ‘Gema de Ovo’ e ‘Dourada’, identificadas por este projeto em 2006, apresentavam no máximo quatro microgramas/grama de betacaroteno. “Com os trabalhos de melhoramento, os teores do micronutrientes foram elevados para nove microgramas/grama, em variedades de mesa, com boa qualidade para o consumo fresco”, explica Wania.

Programação

Na quinta-feira, além de assistir a palestras sobre os avanços no melhoramento de mandioca para biofortificação, as variedades de mandioca tolerantes à seca e a utilização de espécies silvestres no melhoramento de mandioca, o grupo visita os bancos de germoplasma da Unidade e o Centro de Tecnologia em Mandioca.

Na manhã da sexta-feira, o grupo vai até Santo Amaro (BA) acompanhar a colheita de híbridos de mandioca biofortificada em comunidades rurais. São variedades com até 12 microgramas/kg de betacaroteno, de polpa amarela, macias, sabor agradável, cozimento rápido e boa produtividade.
A visita é coordenada pela pesquisadora Maria José Sampaio, que representa a Assessoria de Relações Internacionais da Embrapa (Brasília-DF).

Antes da Bahia, a equipe esteve em Palmital (SP), para conhecer a empresa Halotek-Fadel, especializada no cultivo mecanizado e no processamento do amido de mandioca, guiada pela pesquisadora Marília Nutti, da Embrapa Agroindústria de Alimentos (Rio de Janeiro-RJ), que coordena as pesquisas para biofortificação de alimentos no Brasil. De São Paulo, o grupo seguiu para Brasília, no dia 2, para reunião com a diretoria da Embrapa e pesquisadores da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108137 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]