Avaliação positiva ao governo federal é recorde

O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.

Brasília – A avaliação positiva do governo Lula atingiu recorde nos dois mandatos do presidente, mostrou a pesquisa CNI/Ibope divulgada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) nesta segunda-feira (29/09/2008), em Brasília. O índice de ótimo ou bom alcançado pelo governo foi de 69%, o segundo maior da história da pesquisa, feita desde 1982. A melhor avaliação, de 72%, foi do governo José Sarney em 1986, durante o Plano Cruzado.

Houve um crescimento de 11 pontos percentuais na avaliação ótimo ou bom em relação à rodada anterior da pesquisa, feita em junho. O índice passou de 58% para 69% porque as avaliações regular e ruim caíram seis e quatro pontos percentuais, respectivamente. Nesta edição da CNI/Ibope, o governo teve 23% de regular, ante 29% em junho, e 8% de ruim ou péssimo, ante 12% na rodada anterior.

A sondagem de opinião foi realizada entre os dias 19 e 22 de setembro, com 2.002 eleitores de 141 municípios de todo o país. A pesquisa tem margem de erro de dois pontos percentuais e grau de confiança de 95%.

O otimismo do brasileiro aumentou no terceiro trimestre deste ano. Segundo a pesquisa, o ano está sendo muito bom para 9% dos entrevistados, ante 8% na rodada anterior, e está sendo bom para 75%, ante 72% em junho. E a expectativa para o restante do ano é muito boa para 19%, ante 26% em junho, e boa para 66%, ante 58% na edição anterior.

A expectativa de que a inflação vai aumentar muito nos próximos seis meses foi revelada por 15% dos entrevistados, ante 19% na edição anterior da CNI/Ibope. Para 40% dos eleitores, a inflação vai aumentar no período. Na edição de junho da pesquisa, eram 46%. Para 27%, a inflação se manterá nos próximos seis meses, índice nove pontos percentuais maior do que na edição passada.

Em relação ao desemprego, também melhorou o otimismo do brasileiro. As respostas de que deve aumentar muito nos próximos seis meses caíram de 14% na edição de junho para 10% na presente pesquisa. A expectativa de que deve aumentar o desemprego no período caiu de 38% em junho para 30% nessa última edição. E a expectativa de que vai diminuir o desemprego aumentou de 21% para 23% na pesquisa atual.

O governo Lula recebeu, na pesquisa divulgada hoje pela CNI, a melhor nota média desde o início da administração, em janeiro de 2003. A nota passou de 7 pontos, numa escala de zero a 10, em junho para 7,4 pontos na atual edição. O recorde anterior, de 7,1 pontos, era de março deste ano. A confiança no presidente também cresceu, de 68% em junho para 73% neste mês. O recorde, de 80%, é de março de 2003. O índice dos que não confiam no presidente Lula caiu de 29% em junho para 23% neste mês.

Na avaliação por áreas específicas de atuação, os resultados melhoraram em todas as áreas pesquisadas. A área em que a aprovação mais subiu de junho para setembro foi a de combate à inflação. A aprovação saiu de 41% e foi para 52%, enquanto a desaprovação caiu de 53% para 41%. Também se destacou a avaliação sobre o combate ao desemprego, cuja aprovação passou de 52% em junho para 60% neste mês. A desaprovação caiu de 45% para 35%.

ELEIÇÕES MUNICIPAIS – A presente edição da CNI/Ibope pesquisou as motivações dos eleitores para definir o voto para prefeito. A pesquisa apontou, em capítulo especial, que 52% dos eleitores decidiram o voto para prefeito antes mesmo do início da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na TV. Outros 17% responderam que vão se decidir somente no dia da eleição, 13% disseram que se decidirão na última semana da campanha e 11% mencionaram ter escolhido o candidato após a campanha no rádio e na TV. Outros 3% responderam que não vão votar ou votarão em branco e 3% não souberam responder.

Entre as principais qualidades necessárias para ser prefeito apontadas pelos eleitores estão ser honesto, com 44% das respostas, e ser competente, com 10%. Para 7%, o prefeito precisa conhecer bem os problemas do município, para 6%, é necessário que seja experiente e, para outros 6%, cumprir o que promete. As áreas de atuação prioritárias do próximo prefeito devem ser o emprego, para 35% dos entrevistados, a saúde, para 23%, o combate à fome, à pobreza e à miséria, para 9%, e a educação, para 8%.

A pesquisa CNI/Ibope abordou novamente a questão da segurança pública, após um intervalo de seis meses. Em relação a março, houve um recuo de nove pontos percentuais na percepção negativa da população, embora, de maneira geral, a avaliação da segurança permaneça bastante crítica. Para 44% dos brasileiros, a segurança é considerada ruim ou péssima. Para 19% ela é boa ou ótima.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]