Sueco perde a linha e atira medalha no chão

O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.

A maioria dos atletas adoraria ganhar uma medalha de bronze, mas o lutador sueco desprezou a honraria e jogou o objeto do desejo no chão (Foto/Crédito: Reuters)

O espírito olímpico passou longe do pódio da luta greco-romana nesta quinta-feira, no Ginásio da Universidade Agrícola de Pequim. O lutador sueco Ara Abrahamian ficou indignado ao perder a semifinal da categoria até 84 kg para o italiano Andrea Minguzzi, devido a uma decisão dos juízes, pelo placar de 3 a 2. Movido pela fúria, ele massacrou o francês Melonin Noumonvi na decisão da medalha de bronze, vencendo por 5 a 1.

Em seguida, Ara chegou a subir ao pódio para receber a medalha, mas se descontrolou e abandonou a cerimônia, tirando a medalha do pescoço e jogando-a no chão, em protesto contra o suposto erro da arbitragem no combate da semifinal. A medalha abandonada por Abrahamian foi devolvida à organização dos Jogos.

O lutador sueco, que havia conquistado a prata em Atenas-2004, teve de ser controlado pelos companheiros de equipe, já que perdeu a cabeça após a derrota que o impediu de disputar o ouro. Abrahamian dirigiu-se aos árbitros de forma ameaçadora e seu treinador o sueclo Leo Myllari, qualificou a decisão dos juízes como política, acusando-os de corruptos.

Inconformado com o resultado do torneio, o sueco de origem armênia que já conquistou dois títulos mundiais da modalidade, revelou que pretende abandonar o esporte.

– Esta foi a minha última luta (decisão do bronze). Eu queria o ouro, mas agora considero que essa Olimpíada é um fracasso. Eu não me importo com essa medalha, queria o ouro – enfatizou o lutador.

A decisão do título acabou ofuscada pela confusão, mas o italiano Minguzzi, que nada tinha a ver com isso, tornou a vencer, desta vez por 6 a 2, sem a influência da arbitragem e conquistou o ouro. O húngaro Zoltan Fodor ficou com a prata.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111149 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]