Caminhada do Folclore reúne 10 mil pessoas na avenida

O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.

Caretas, fanfarras, baianas, bumba-meu-boi, samba de roda, maculelê, reisado, capoeira e muitas outras manifestações da cultura popular nordestina, emprestaram um colorido especial à avenida Getúlio Vargas, domingo (24/08/2008), na 9ª Caminhada do Folclore. O evento, uma realização da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), através do Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca,) reuniu na avenida aproximadamente 10 mil pessoas, incluindo participantes e expectadores. Desfilaram 140 grupos, de 37 municípios da Bahia, somando mais de 5 mil integrantes.

Autêntica expressão de um povo que se quer singular, transmitida de geração para geração, a cultura popular nordestina é considerada uma das mais ricas, com suas tradições, festas, lendas e mitos. Desse modo, o público pôde apreciar grupos os mais variados, desde as quadrilhas, como a Corró Corró, que arrancou aplausos na avenida; samba de roda Quixabeira da Matinha, lembrando o saudoso Coleirinho, idealizador do grupo; a fanfarra de Muritiba; o grupo “Arte e Magia”, (dança afro) de Santo Amaro; capoeira regional e de angola, recentemente reconhecida como Patrimônio Cultural do Brasil. Esses variados aspectos das manifestações culturais foram apresentados em desfile durante a Caminhada.

Os repentistas José Crispim Ramos, mais conhecido como Caboquinho, e o irmão João Crispim Ramos foram os artistas homenageados este ano pelos organizadores da caminhada. “É com muita alegria que recebemos a homenagem, o que aumenta a nossa responsabilidade junto ao público. Agora é seguir adiante, dando continuidade ao que aprendemos com o nosso pai, Dadinho”, afirmou Caboquinho.

Para o reitor da Uefs, José Carlos Barreto, a Caminhada representa a oportunidade de mostrar o que temos de mais rico em termos de cultura popular, proporcionando visibilidade aos grupos. Selma Oliveira, diretora do Cuca, avalia o crescimento do evento, que, a cada ano, incorpora novos grupos, aumentando o número de participantes. “Não por acaso, a Caminhada do Folclore está inserida no Guia de Bens Culturais do Brasil, por indicação do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN)”, conclui a diretora.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111137 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]