Fernando de Fabinho apresenta posicionamento político sobre temas de interesse nacional

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.

Deputado Federal Fernando de Fabinho (DEM/BA) vota pelo reajuste para aposentados e pensionistas igual ao do salário mínimo

“A aprovação da emenda ao Projeto 01/2007 é uma vitória da cidadania e resgata a dignidade dos mais velhos, que trabalharam por um período de 30 a 40 anos e sofrem, ano a ano, com a defasagem de suas pensões e aposentadorias.” Esta declaração é do deputado Fernando Fabinho (DEM/Ba), que integra a Comissão Especial do Salário Mínimo da Câmara dos Deputados, que aprovou a emenda do Senado ao Projeto de Lei 01/2007, garantindo aos pensionistas e aos aposentados o mesmo reajuste do salário mínimo concedido aos diferentes benefícios da Previdência Social.

Fernando de Fabinho informou que os aposentados e pensionistas há tempos reivindicam essa isonomia, no que tange a seus ganhos. Atualmente os benefícios superiores ao piso nacional são reajustados de forma diferenciada, inferiores ao valor do mínimo. Ele disse ainda que, apesar da aprovação da matéria, vai ser necessário ter atenção com os próximos passos do Governo, que é contra a inclusão de todos os benefícios na regra de reajuste.

“Eu não consigo entender um Governo que se diz preocupado com o social e ao mesmo tempo alega que melhorar as condições financeiras dos aposentados e pensionistas vai acarretar na elevação do déficit da Previdência. É estranho que sempre existe dinheiro para pagar juros e fazer superávit primário, o que é um paradoxo. Além disso, o Governo bate, sucessivamente, recordes de arrecadação e luta para criar novos impostos como a CSS. A verdade é que a aprovação da emenda ao Projeto 01/2007 recompõe os benefícios previdenciários e, além do mais, a matéria vai ser discutida no plenário e vai ter o apoio do DEM, bem como dos 25 milhões de aposentados e pensionistas do nosso País” — sentencia Fabinho.

Fabinho diz que CSS no lugar da CPMF é insensatez e pune o povo brasileiro

“A aprovação da Contribuição Social para a Saúde (CSS) pelo plenário é a mais concreta demonstração de insensatez e de desrespeito ao povo brasileiro”. A afirmação é do deputado Fernando de Fabinho (DEM/Ba), para quem ressuscitar a CPMF com o nome de CSS “apenas troca seis por meia dúzia. Novamente o Governo e sua base parlamentar criam um imposto que mais uma vez irá incidir sobre o bolso do contribuinte, que já arca com altos tributos.”

Fabinho disse ainda que a criação da CSS para elevar os gastos mínimos com saúde, como determina a Emenda Constitucional 29, penaliza a população, que, além de arcar com um sem-número de impostos, é vítima dos juros mais altos do mundo. O parlamentar defende que se busque outras alternativas para alocar recursos, sem, no entanto, criar novos tributos.

Para Fernando de Fabinho “é um absurdo a carga tributária brasileira. Os trabalhadores, os funcionários públicos e os empresários estão sem fôlego para arcar com tantos impostos e taxas. Somos um País emergente com carga tributária parecida ou igual a dos países europeus, Estados Unidos e Japão. É um acinte e um contra-senso um povo pobre pagar tributos tão altos. A oposição conseguiu extinguir a CPMF, mas o Governo quer revanche e acena com a CSS, fato este que meu partido combateu, por intermédio de obstruções na Câmara e continuará combatendo no Senado”.

“Nós, da oposição, queremos ser ouvidos”. Afirma Fernando de Fabinho, que conclui: “Na verdade, o Governo em vez de gastar menos e com isso alocar recursos para saúde previstos na EC 29, quer mais dinheiro, cuja origem é o bolso do cidadão-contribuinte. O Governo petista fala em distribuir riqueza e renda, mas quando ele cria impostos e mantém os juros altos na verdade concentra ainda mais as riquezas do País”.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113826 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]