Ausência do poder público já se tornou uma rotina em Feira de Santana

O município de Feira de Santana, pode se consolidar atípico, mesmo assim, vale apena ser conhecido. Não por ser exótico ou dispor de belezas naturais. O visitante incauto que se arrisca a visitar estas plagas irá ter não gratas surpresas. A cidade não dispõe de indícios civilizatórios. Os visitantes que se arriscarem a transitar à noite nas ruas e avenidas da cidade poderão se deparar com situações incomuns. A ausência do poder público é patente o que torna as vias públicas um paraíso para a atuação de todo o tipo de meliantes
.
Mas os riscos que compromete a integridade física do cidadão que transita pela vias públicas da cidade, não se limitam a ação dos meliantes, matilha de cães vadios também circulam livremente pelo centro da cidade, chegando, em alguns momentos, investir contra o cidadão mais desavisado que se encontre no local. A grande indagação é a seguinte: onde se encontra o pessoal de zootecnia? A exemplo do que ocorre com a polícia, ambos não são vistos circulando pela cidade, principalmente à noite. Todo mundo sabe que eles existem, mas ninguém ver.

O descaso com os problemas sociais no Brasil, por parte do poder público, em especial em Feira é patente. O governo finge que trabalha e o povo finge que acredita, estamos vivendo um momento todo especial em nossa história que se caracteriza pela hipocrisia, a indiferença e insensibilidade. O cidadão que já não acredita nos valores sociais e muito menos na justiça brasileira cada dia mais se distancia dos interesses que norteiam os parâmetros, minimamente considerados civilizados. Dizem que ninguém foge dos braços longos na justiça, mas no caso específico do Brasil, há muito tempo o braço está maneta, não alcança nem que está próximo.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]