Ilustração de Jesus fumante causa protestos na Malásia

Logomarca do Jornal Grande BahiaLogomarca do Jornal Grande Bahia

O jornal malaio escrito no idioma tâmil Makkal Osai publicou a polêmica imagem de Jesus na primeira página na terça-feira com uma legenda dizendo “o céu aguarda a quem se arrepende de seus erros ”, segundo informou o jornal malaio New Straits Times.

Um membro do CMI apresentou uma queixa à polícia, alegando que a imagem é uma “ameaça à harmonia nacional”, enquanto o vice-presidente da agremiação pediu ao Ministério da Segurança Interna que puna o jornal por ferir os sentimentos dos cristãos no país.

O Makkal Osai costuma ser um crítico loquaz do CMI, um partido formado por membros da etnia tâmil que controla um jornal rival no idioma.

“Profanação”

No ano passado, o governo muçulmano da Malásia fechou duas publicações que divulgaram caricaturas do profeta Maomé, originalmente publicadas por um jornal na Dinamarca e que causaram uma onda de protestos em vários países.

Agora, integrantes de religiões minoritárias no país estão pressionando para que o episódio mais recente, envolvendo o cristianismo, tenha tratamento igual.

“Nós admitimos que cometemos um erro ao publicar a imagem. Isso não foi intencional. Nós nunca iríamos querer ferir os sentimentos dos cristãos neste país. Nós realmente lamentamos isso”, disse o diretor-geral do Makkal Osai, S.M. Periasamy, de acordo com o New Straits Times.

Por sua vez, o arcebispo de Kuala Lumpur, Datuk Murphy Pakiam, disse que a ilustração “é uma profanação e dessa forma ela fere os sentimentos religiosos dos católicos”.

No entanto, Pakiam disse estar satisfeito com o pedido de desculpas do jornal e afirmou que considera a questão encerrada.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]