Governo do Estado investirá até 1,5 milhão para recuperação do CSU de Feira de Santana

Logomarca do Jornal Grande Bahia.Logomarca do Jornal Grande Bahia.

O Governo do Estado vai investir entre um milhão e R$ 1 milhão e 500 mil reais para mudar o histórico de abandono e depedração do Centro Social Urbano, importante patrimônio Histórico de Feira de Santana. O investimento foi anunciado dia 27 de agosto pelo Coordenador Estadual dos Centros Sociais Urbano, Henrique Carballar, em visita ao Centro de Feira de Santana, acompanhado da Supervisora dos Centros Sociais do Interior, Doraléia de Oliveira Gonçalves e do novo diretor local José Rocha Filho.

A resposta foi imediata. O anuncio saiu em menos de 30 dias em que o deputado estadual Zé Neto esteve no CSU, fazendo levantamento dos problemas para atrair investimento do Governo do Estado. Dentre os problemas encontrados na visita foram: infiltração de água no teto em dias chuvosos, banheiros danificados e sem condições básicas de higiene, parque esportivo necessitando urgentemente de reforma no vestiário, quadras e alambrados.

O recurso para reforma deverá sair da secretária de Desenvolvimento Social até o primeiro semestre do ano que vem. A secretaria de Ciência e Tecnologia e Inovação também contribuirá com um infocentro com 12 computadores com acesso gratuito a internet. Dos 31 Centros Sociais Urbanos em todo o Estado, o CSU de Feira de Santana será o primeiro a ser reformado.

Zé Neto defende que se depender do Mandato essa reforma sai no mais tardar no início do ano que vem. “Estou empenhado nessa recuperação porque meu compromisso é fazer com que o maior Centro Social Urbano do Estado volte a ser um espaço de cultura e lazer”, afirmou.

A preocupação do Governo do Estado e do deputado Zé Neto é diminuir os problemas, enquanto a reforma chega. Para isso, juntamente com o diretor José Rocha Filho, a supervisora dos Centros Sociais do Interior está em Feira de Santana até quarta-feira, 29 de agosto, fazendo um trabalho de conscientização sobre patrimônio público. Ela palestrou para mais de mil crianças e jovens que estudam no Centro, se reuniu com o tenente da Polícia Militar, Aldo Aprígio da Silva Júnior, sobre a segurança do CSU e das pessoas que se beneficiam do patrimônio e pediu mais empenho na área de saúde do centro.

O diretor José Rocha garante que essa é uma forma de mostrar que não será reconhecido como quem ficou atrás de uma mesa. “Estarei sempre correndo atrás”, destaca.

O Centro Social Urbano foi construído em 1967 e muitas atividades sócio-culturais foram realizadas na unidade, que durante muito tempo proporcionou aos feirenses uma opção a mais em esporte, cultura e lazer. Atualmente, funcionam na unidade duas escolas, a Olga Noêmia, mantida pelo município, funcionando de 1ª a 4ª série e o Centro Educacional Básico da 5ª a 8ª série, gerido pela UEFS, a qual mantém também no local uma clínica odontológica.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]