Fernando de Fabinho participa da 3ª Conferência da Paz

O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.

“O Conselho Nacional das Igrejas Cristãs do Brasil (Conic) está de parabéns. Seu trabalho é muito sério e seus propósitos humanitários. Realmente as desigualdades econômicas e sociais degeneram a sociedade e elevam para índices insuportáveis a criminalidade. O Conic tem o apoio da Câmara dos Deputados. Superar as desigualdades é responsabilidade de todos, da sociedade e do Governo. O Brasil deve a seus filhos uma vida mais segura e de melhor qualidade”.

Essas foram palavras que o vice-líder do Democratas na Câmara, deputado Fernando de Fabinho (DEM/BA), dirigiu às pessoas que participavam da 3ª Conferência da Paz, promovida pelo Conic. Para o deputado, é fundamental que o povo brasileiro construa a cultura da paz, com o objetivo de efetivar um diálogo aberto entre a sociedade, os governos, a justiça e o Congresso Nacional.

Segundo Fabinho, uma sociedade que se preze e se respeite tem de superar a irracionalidade da violência e, a partir daí, construir um futuro digno para todos os cidadãos. Pois, a finalidade é edificar uma sociedade plural, democrática e justa, livre da criminalidade e aberta para todas as camadas sociais.

“Não há mais condições para vivermos dessa forma, com violência e desemprego, além de saúde e educação públicas de péssima qualidade. Por isso, bato na tecla da luta pela igualdade social, e defendo que os desiguais têm de ser tratados desigualmente. Quem vive em condição miserável não pode ter o mesmo tratamento de uma pessoa remediada, quanto mais rica” — afirma Fernando de Fabinho.

Fabinho disse ainda que vê com muita preocupação que existe insegurança nas condições de trabalho, que a permanência de privilégios teima em persistir e que a vocação, por parte das elites, de confundir o público com o privado — o chamado patrimonialismo — é uma doença que precisa ser eliminada do cotidiano do País. O deputado acredita que somente teremos paz quando democratizarmos o Estado Nacional e, por meio dele, ser fomentada a criação de empregos e a distribuição de renda

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]