Programa de Lilia Campos promove debate sobre sucessão municipal em Feira de Santana

Antônio Carlos Peixoto de Magalhães (ACM), ministro das Telecomunicações do Governo Sarney e o general Leônidas Pires Gonçalves, durante reunião no Senado Federal, em 1988.Antônio Carlos Peixoto de Magalhães (ACM), ministro das Telecomunicações do Governo Sarney e o general Leônidas Pires Gonçalves, durante reunião no Senado Federal, em 1988. Político serviu aos interesses da Ditadura Civil/Militar de 1964.


Os jornalistas Carlos Augusto, Renato Ribeiro, Sérgio Jones, Florêncio Mattos e o vereador Roberto Tourinho (PSB), atendendo convite de Lilia Campos, âncora do programa ‘Sábado com Você’,  veiculado às 15 horas,  do sábado, na Rádio Sociedade de Feira de Santana AM, participam de debate sobre temas da política, a exemplo da sucessão municipal em Feira de Santana e da atuação do controverso senador Antonio Carlos Magalhães (ACM).

Antônio Carlos Peixoto de Magalhães (ACM), ministro das Telecomunicações do Governo Sarney e o general Leônidas Pires Gonçalves, durante reunião no Senado Federal, em 1988.

Antônio Carlos Peixoto de Magalhães (ACM), ministro das Telecomunicações do Governo Sarney e o general Leônidas Pires Gonçalves, durante reunião no Senado Federal, em 1988. Político serviu aos interesses da Ditadura Civil/Militar de 1964.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).